Cientistas do Instituto de Pesquisa e Engenharia de Materiais, de Singapura, descobriram um novo filamento para impressão em 3D que promete revolucionar. Isso porque ele é mais  robusto e tem condução até mil vezes superior a dos outros materiais usados para impressão hoje em dia. Na prática, isso significa tornar a qualidade das coisas impressas muito melhor, além de baratear a tecnologia.
Não sabe costurar? Esta impressora 3D imprime roupas 'do zero' para você
Filamento é o material usado para impressão 3D (Foto: Divulgação/3Dcloner)
O filamento é composto por uma mistura de pó de carbono com polipropileno, o que lhe dá força e resistência ao calor maior que outros materiais baseados no mesmo elemento. Ele também pode ser usado para a impressão de circuitos e é robusto o suficiente para aguentar altas temperaturas das impressoras em 3D. Os testes com o material foram satisfatórios o suficiente para que a equipe de pesquisadores passasse a afirmar que é mais barato imprimir circuitos com o filamento do que usar técnicas de solda convencionais. Segundo eles, os circuitos impressos continuavam uniformes e sua variação não passava de 5%.
Um dos cientistas do projeto, o Dr. Kwok Sen Wai, acredita que a tecnologia vai poder um dia ser usada com facilidade por usuários comuns. “Objetos em várias cores, formas e texturas, equipados com circuitos funcionais, poderão ser um dia impressos dentro de casa. Nosso material vai encorajar mais inovação e empreendedorismo ao dar ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.