Ao comprar uma televisão nova, é quase certo que o consumidor esteja adquirindo uma TV digital. O aparelho, que chegou ao Brasil em 2007, é amplamente difundido nos dias de hoje. Mas ainda há muitas casas com televisores analógicos, e é aí que entra o conversor digital. Leia o artigo a seguir e descubra tudo sobre a tecnologia.
Como tornar sua TV smart: veja dicas com diferentes maneiras
Conversor e Gravador Digital DTV-5000 (Foto: Divulgação/Aquário)
O conversor digital nada mais é do que o dispositivo que transforma sinal analógico em digital. Também chamado de set-top box, o aparelho inicialmente divide o sinal enviado pela emissora em pacotes de dados que, por sua vez, são separados em áudio, vídeo e dados. Cada uma dessas partes é convertida em código binário antes de ser enviada para as saídas de áudio e vídeo. O resultado na tela é imagem e áudio digitais, com resolução Full HD (1080p), além de informações que permitem interagir com a televisão via controle remoto.
Kit com conversor e gravador digital DTV8100 e antena interna (Foto: Divulgação/Aquário)
Nos monitores novos, o conversor já vem integrado e não há necessidade de instalação. Quem compra TV por assinaura também não precisa se preocupar com isso, pois o aparelho da operadora já possui conversor.
Como transmitir som da TV para o home theater? Comente no Fórum do TechTudo. Quem tem televisores mais antigos pode adquirir o...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.