A Microsoft deverá lançar a versão final do Windows 10 na metade de 2015. Mas a grande surpresa desse lançamento não será o novo sistema e sim a forma como ele será monetizado pela empresa. De acordo com o diretor de operações da Microsoft, Kevin Turner, o sistema poderá ser comercializado de um modo bem diferente do que é feito atualmente, como a venda de licenças para computadores.
Cortana no Windows 10: vídeo revela assistente virtual no computador
Executivos da Microsoft mostram novo Windows 10 em evento para a imprensa (Foto: Divulgação/Microsoft)
Turner sinalizou em uma conferência de investimento em tecnologia,
realizada em Tucson, para uma mudança na estratégia de monetização do
Windows. Ele reconheceu que há 39 anos a Microsoft teve “um dos maiores
modelos de negócios de todos os tempos” e concluiu que as coisas mudaram
nos últimos anos.
Diante disso, o executivo afirmou: “Temos de monetizar de forma diferente. Há serviços envolvidos. Há oportunidades adicionais para que possamos oferecer a ferramenta de forma criativa”. Sem entrar em detalhes sobre como será essa monetização, Turner apenas informou que material do modelo de negócios sairá no início de 2015.
Cronograma de lançamento
Em relação ao cronograma de lançamento do Windows 10, o executivo disse aos participantes que as experiências dos usuários do novo sistema operacional deverão ser avaliadas no mês de março. 
O...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.