Quantas vezes você desejou que houvesse um botão “não curti”
no Facebook? Durante o segundo evento de Q&A ao vivo do Facebook, Mark Zuckerberg respondeu mais perguntas da plateia sobre os planos e ações da rede social e logo de cara foi questionado sobre a possível inclusão do "dislike". Zuckerberg reconheceu que há momentos em que o "like" não é a melhor opções, mas compartilhou de suas opiniões e temores sobre o 'não curti', que, segundo ele, poderia gerar conflitos e bullying online.
Extensões falsas para Chrome usam Facebook como isca; Brasil é o maior alvo
Mark Zuckerberg explica ausência do botão dislike no Q&A (Foto: Divulgação/Facebook)
Apesar de reafirmar que a rede social dificilmente terá o botão, Zuckerberg disse que a equipe está avaliando outras formas dos usuários demonstrarem emoções além do botão 'curtir'. “Muitas vezes, as pessoas compartilham momentos tristes ou assuntos culturais e
sociais que nos fazem sentir um desconforto em clicar no botão ”curti”. Curtir não é o sentimento apropriado quando alguém perde um ente querido ou
está passando por dificuldades”, reconheceu Zuckerberg ao público presente.
Para o fundador do Facebook, a maior preocupação da equipe com a nova funcionalidade é que ela traga uma série de consequências desagradáveis aos usuários, causando resultados negativos, conflitos e podendo até gerar cyberbulling na rede social com mais de um bilhão de pessoas. Uma verdadeira bomba social na Internet.
“Tenho
a sensação de ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.