A Microsoft está desenvolvendo uma plataforma para permitir que qualquer um ensine máquinas a aprender. A ideia por trás do Azure Machine Learning é uma evolução da tecnologia, em que computadores e sistemas evoluem com o tempo, aperfeiçoando seu funcionamento a partir de um aprendizado. Ele pode seguir parâmetros diversos, definidos pelo controlador. Embora esse tipo de técnica já exista, ela sempre foi restrita a quem domina o mundo das linguagens de programação.

Microsoft convida 'fãs do Windows 10' para lançamento em 29 de julho

Microsoft investe em sistemas que possam aprender coisas novas a partir de pessoas comuns (Foto: Divulgação/Microsoft)

Para resolver a restrição, a Microsoft está desenvolvendo uma plataforma em que qualquer um pode estabelecer um vínculo com máquinas, aperfeiçoando a capacidade de aprendizagem dos computadores e aprimorando os recursos que os sistemas podem oferecer.

Em fase beta, e restrita a convites, o sistema criado pela Microsoft pode, no futuro, fazer parte do cotidiano de diversos profissionais.

Como funciona isso?

Um exemplo de como o Aprendizado de Máquina do Azure funciona é imaginar um chefe de cozinha, que depois de ensinar o computador sobre receitas e ingredientes, pode contar com a colaboração do poder de processamento da máquina na hora de criar uma prato. Um médico também pode usar o computador para ensinar a buscar registros médicos, perdidos em décadas de arquivos e históricos de pacientes com determinadas doenças.

Baseada na nuvem, a plataforma Azure Machine Learning muda o foco de um campo da tecnologia que, até hoje, esteve sempre focado em aumentar a velocidade dos sistemas e criar algoritmos de processamento cada vez mais complexos. Agora, a Microsoft aposta em usar mais gente, com conhecimentos específicos, para testar e ampliar a biblioteca de dados em que computadores e redes que aprendem possam progredir.

Sistemas que evoluem e aprendem com o t

... empo já são realidade. O que controla a sua caixa de e-mails para tentar diminuir o número de spams, por exemplo, é um sistema que aprende a filtrar mensagens corretamente. Recursos semelhantes são empregados nos assistentes presentes em smartphones, como Cortana e Siri.

Via Microsoft



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.