O Ashley Madison, site de relacionamentos extraconjugais, foi vítima de um golpe na última segunda-feira (20). Hackers ameaçam divulgar os nomes dos seus mais de 37 milhões de inscritos. A equipe de segurança da rede social afirma ter resolvido a situação. Mas, uma coisa é certa, se essas informações forem mesmo divulgadas, os brasileiros também enfrentarão problemas. Por aqui, são mais de três milhões de cadastrados, sendo o segundo país com mais membros, logo depois dos EUA. 
Ashley Madison: como cancelar e excluir de vez a sua conta do site
Brasil é o segundo país com mais usuários no Ashley Madison (Foto: Reprodução/Ashley Madison)
A cidade de São Paulo lidera o ranking no país, com quase um terço dos cadastros brasileiros, são 870.527 usuários até o momento. Na segunda posição está o Rio de Janeiro, com menos de um terço de usuários que São Paulo, 252.988 membros. Em terceiro, o estado de Minas Gerais, com 247.509.
Na classificação por cidades, São Paulo também lidera, com mais de 300 mil usuários. Enquanto Brasília aparece no ranking como a cidade que mais gasta com encontros extraconjugais (comprando conteúdo e produtos exclusivos no site), quase 90% a mais em relação à média do país.
Ranking dos estados com maior número de usuários cadastrados (Foto: Divulgação/Ashley Madison)
Na capital federal, o gasto médio de um usuário com amantes chega a R$ 2.300. No site, são também os brasilienses que mais gastam com créditos, de 20 a 50 créditos, comprando rosas e diamantes virtuais...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.