O LinkedIn anunciou na segunda-feira (27) novas soluções para reduzir o volume de e-mails enviados aos seus usuários. A medida é uma das mais pedidas pelos membros da rede social, que reclamam não só do número de mensagens mas também da irrelevância de seus conteúdos, que viram spam. 
LinkedIn traz de volta função que exporta contatos CSV após polêmica
LinkedIn pretende reduzir o volume de e-mails enviados a usuários (Foto: Reprodução/LinkedIn)
E-mail semanal
Para diminuir a quantidade de mensagens enviadas sem sacrificar dados importantes, o LinkedIn irá reunir em um único e-mail semanal informações sobre um mesmo assunto. Esta tática será usada, por exemplo, para usuários que recebem vários convites ou são membros de muitos grupos.
Segundo o LinkedIn, estes esforços já permitiram reduzir em 40% o total de e-mails enviados, o que cortou pela metade as reclamações dos usuários. Entretanto, a outra metade segue reclamando.
Você decide o que recebe
A rede social também lembra que as configurações de e-mail podem ser editadas pelos usuários a qualquer momento. É possível escolher quais mensagens receber e até sua frequência. Para fazer isso, basta clicar na aba “Comunicação” e, em ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.