O Microsoft Edge chegou para aposentar um dos mais antigos navegadores do mundo: o Internet Explorer. Pré-instalado no Windows 10, o app promete mais velocidade para o usuário e foco em produtividade. Entretanto, o browser ainda desperta certa desconfiança. Está em dúvida se deve abandonar o Chrome, Opera ou Firefox? Confira agora motivos mara migrar e outros para não usá-lo.
Como salvar sites para ler offline no Microsoft Edge
Microsoft Edge, o sucessor do Internet Explorer no Windows 10  (Foto: Divulgação/Microsoft)
Motivos para usar o Microsoft Edge 1 – É rápido para carregar suas páginas Esqueça o Internet Explorer. O Edge chegou para brigar com a concorrência. Batizado anteriormente de Spartan, o novo navegador da Microsoft foi desenvolvido do zero: diversos protocolos e motores antigos foram eliminados. Isso significa que ele também abandonou as polêmicas barras de tarefas (Toolbars). No teste Benchmark Octane 2.0 rodado pelo TechTudo, o Edge superou o Chrome em alguns quesitos, mas acabou ficando com uma pontuação levemente inferior no placar geral: 24.689 pontos contra 26.084. Já no HTML5, o navegador do Google conseguiu 526 pontos contra 402 do app da Microsoft. Embora não tenha vencido, o Edge apresenta um grande avanço em relação ao velho Internet Explore. 2 – Suporta anotações na web e tem integração com o OneNote
Project Spartan, agora Microsoft Edge, permite fazer anotações (Foto: Divulgação/Microsoft)
Se você costuma trabalhar com a Internet ou quer compartilhar algo interessante com um a...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.