O Google correu para liberar uma correção para a falha que deixa o Hangouts vulnerável a ataques de hackers, mas a pressa pode ter deixado o problema sem solução. Especialistas em segurança da Exodus Intelligence dizem que, apesar das providências, o erro ainda pode ser explorado. Com isso, os smartphones Android podem ser infectados sem o conhecimento do usuário.
Seis aplicativos legais disponíveis para Android, mas não para iOS
Falha no aplicativo Hangouts ainda está sem solução (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)
O bug Stagefright foi revelado por outra empresa. A Zimperium testou o Hangouts, que já vem pré-instalado em vários celulares e tablets, e constatou que o app apresenta uma vulnerabilidade séria: se um cybercriminoso esconder um malware em forma de vídeo e enviá-lo via MMS à vítima, o Android executa o código malicioso automaticamente no aparelho, deixando-o vulnerável.
Como remover vírus do Android? Aprenda no Fórum do TechTudo
Segundo o Google, mais de 90% dos dispositivos Android já contam com um recurso de segurança que os protege desse erro, mas os especialistas da Exodus discordam. Um pesquisador teria “desviado facilmente” da proteção implementada pela companhia, evidenciando que a falha permanece ativa. No final, o update de correção estaria dando apenas uma “falsa sensação de segurança”. O problema, de acordo com o pesquisador David Baker, é ainda maior. Devido à natureza aberta...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.