Técnicos do MIT (Instituto Tecnológico de Massachusetts, nos Estados Unidos) criaram um novo tipo de impressão 3D que substitui as resinas plásticas por vidro. Batizada de 3DGP, a técnica permite que objetos em vidro sejam impressos com variações em forma, transparência e cor. Além de aplicações comerciais na criação de utensílios domésticos, a tecnologia pode levar a fabricação de fibra ótica mais barata.
O que uma impressora 3D é capaz de fazer? Veja lista de objetos
Segundo os pesquisadores, o 3DGP é um método muito preciso de impressão usando vidro transparente. A partir da variação de espessura do objeto impresso, é possível atingir resultados diferentes em termos de nível de transparência e cor. Conforme a espessura varia em um objeto, é possível que um componente impresso regule transmissão, reflexão e refração de luz.
Vidro pode ser usado para imprimir objetos de formas complexas, cores e níveis de refração e reflexão de luz diferentes (Foto: Reprodução/Vimeo)
Como você pode ver nas imagens, os objetos são certamente muito bonitos, mas qual é a aplicação prática dessa tecnologia? Entre uma série de possibilidades, os técnicos do MIT acreditam ser possível usar a capacidade de imprimir vidro com diferentes gradações para transmissão de luz para aprimorar designs de fibra ótica.
Impressora que usa vidro pode criar objetos com formas complexas e que parecem obras de arte (Foto: Reprodução/Vimeo)
Esse aspecto da transmissão de luz é importante porque significa que com o método...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.