Os novos Galaxy S6 Edge Plus e Galaxy Note 5 têm um comportamento bastante agressivo no gerenciamento de aplicativos em suspensão. Mesmo com 4 GB de RAM, os smartphones fecham os apps em segundo plano depois de pouco tempo, obrigando o usuário a esperar que os programas sejam recarregados quando decide abri-los novamente.
Galaxy Note 5 tem o melhor display da atualidade, segundo teste
No teste feito pelo site Android Police, o S6 Edge Plus foi comparado a um Nexus 6. O aparelho da Samsung mostrou desempenho bastante inferior ao rival, lançado em 2014, que tem hardware menos poderoso. O S6 demorou para recuperar aplicativos abertos previamente, precisando recarregar informações que são exibidas naturalmente e de forma ágil no Nexus.
Samsung pode ter optado por fechar os aplicativos como forma de economizar bateria (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)
Mais do que um possível aborrecimento para quem faz muita coisa ao mesmo tempo no celular, as constantes reinicializações de aplicativos podem ser ruins para o plano de dados, já que dependem de conexão com a Internet.
iPhone 6 Plus ou Samsung S6 Edge Plus? Qual comprar? Comente no Fórum do TechTudo Com 4 GB de RAM, fica difícil imaginar que o comportamento dos novos celulares da linha Galaxy na função multitarefas seja causado por falta de memória e hardware fraco. Entre as possíveis explicações, acredita-se que a Samsung possa ter optado por esse perfil como um mei...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.