A Avid Life Media, responsável pela rede social Ashley Madison, está oferecendo uma recompensa para quem tiver informações sobre quem são os hackers que atacaram o site e vazaram dados dos usuários, identificando adúlteros. O pagamento pode chegar até 500 mil dólares canadenses (aproximadamente R$ 1,3 milhão). No mesmo dia, o grupo também disse que está trabalhando ao lado de autoridades do Canadá e dos Estados Unidos na operação “Projeto Unicórnio”.
Real ou farsa? Descubra se seu perfil no Ashley Madison vazou
Rede social trabalha com autoridades para encontrar hackers que roubaram dados de usuários (Foto: Reprodução/Ashley Madison)
A ALM agradeceu a ajuda que está recebendo. “Nós estamos confiantes que a investigação e os poderes legais que estão sendo trazidos para esse caso vão resultar em prisões e condenações”, afirmou.
Qual é o melhor antivírus grátis? Comente no Fórum do TechTudo.
O ataque contra o Ashley Madison ocorreu no fim de julho, quando hackers roubaram dados de aproximadamente 37 milhões de usuários e vazaram as informações. Na semana passada, um pacote de aproximadamente 30 GB de arquivos com nomes, endereços e números do cartão de crédito dos usuários vazaram na Internet.
"Como anunciado na coletiva de imprensa, a Avid Vida Media Inc. está oferec...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.