Repetidores de sinal estão cada vez mais populares no mercado brasileiro. Existe uma lista muito grande de repetidores Wi-Fi, dos mais variados modelos, formatos, tamanhos e preços. Porém, quando é apropriado usar um repetidor Wi-Fi em sua casa?
Trocar a antena do roteador pode ajudar a 'turbinar' seu Wi-Fi; entenda Como o próprio nome do aparelho deixa claro, ele repete o sinal wireless já existente, estendendo o alcance do mesmo. Note que ele não aumenta a velocidade da internet, apenas amplia o alcance do sinal. Não à toa ele é também chamado de extensor de sinal. Em alguns casos, porém, ele pode melhorar a velocidade da rede local, visto que alguns modelos alcançam taxas de transferência mais elevadas. Veja agora em quais situações um repetidor de sinal seria adequado.
Repetidor conta com porta RJ-45 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
Muitos obstáculos obstruindo o sinal Wi-Fi Alguns roteadores possuem antenas de baixo alcance ou, ainda, embutidas no aparelho e que são de má qualidade. Nesses casos, qualquer obstáculo representa um grande empecilho para que o sinal chegue com qualidade até o seu aparelho. Podem ser paredes, vários móveis e eletrodomésticos espalhados pela casa, colunas de concreto e até mesmo espelhos que atrapalham a recepção do sinal. Se você passa por essa situação em sua casa, a compra de um repetidor de sinal resolveria o problema. Ele seria capaz de pegar o sinal que vem do roteador e replicá-lo, evitando assim os obstáculos que estão atrás dele. Dessa forma você ganha uma melhor qualidade...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.