Como a tecnologia pode mudar a forma de produzir e consumir conteúdo da TV? Foi a pergunta feita para os participantes do Hackathon
Globo. A resposta está sendo desenvolvida por oito grupos formados por
pessoas de várias regiões do país nesta tarde, na casa do Big Brother Brasil. Os programadores já estão com as ideias no papel. Ficou
curioso? Vem dar uma "espiadinha" nos projetos que serão apresentados e veja como eles podem mudar a sua rotina. 
Acompanhe ao vivo o Hackathon GloboGrupo 1Com
foco em acessibilidade, o projeto de Aline Borges, Fernando Coelho,
Carlos Balsalove, Marcos Costa e Gilmar Souza pretende facilitar o
acesso a conteúdos a partir de um aplicativo para dispositivos móveis.
De acordo com Coelho, o objetivo é fazer com que os usuários cheguem no
que querem ver em poucos passos. A iniciativa contará com um botão para
falar e escutar. 
Grupo 2 A
equipe de Cleber Bastos, Alexandre Muzio, Mateus Camargo e Wellington Azevedo quer desenvolver um aplicativo para
iPad que identifique o rosto do telespectador através do Kinect. O
objetivo é capturar a emoção do público e compartilhá-la com quem está
assistindo o mesmo conteúdo, como uma novela. Nesse
caso, a equipe também promete liberar um recurso no app que leve o
público para a loja do produto que ele gostou no vídeo da TV Globo. Outro integrante da equipe é Douglas Fisher, que descobriu que viria para o Hackathon Globo de última hora. Por sorte,conseguiu arrumar tudo a
tempo e chegar para seu prim...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.