Um estudo mostra que apenas 2,5% dos computadores do mundo são dedicados a jogos, mas são responsáveis pelo consumo de 20% da energia elétrica gasta em PCs. Os números pertencem a um levantamento realizado por pesquisadores da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, que mostra o quão ineficiente máquinas poderosas são em termos de consumo de energia. Aprenda a trocar o processador do seu computador Evan Mills, um dos autores do estudo, calcula que, por ano, “um típico computador gamer consome 1.400 kWh (kilowatt hora), o equivalente a seis vezes o consumo de um PC normal ou 10 vezes a energia gasta por um console de videogame”. O pesquisador vai além, explicando que é como se 25 usinas capazes de abastecer uma cidade cada funcionassem em tempo integral para suprir essa demanda no mundo todo.
Computadores para jogos gastam enormes quantidades de energia (Foto: Rodrigo Bastos/TechTudo)
Por ano, segundo o estudo, computadores para jogos sugam um total de US$ 10 bilhões em energia elétrica, o equivalente a 75 terawatts por hora. E esse consumo só tende a aumentar, já que as previsões de vendas de computadores e hardware voltado para jogos no PC deve dobrar até 2020. O estudo aponta para um detalhe importante: fabricantes de componentes usados em computadores desse tipo não são obrigados a classificá-los em função da sua eficiência energética, como os eletrodomésticos que, no Brasil, ganham o selo Procel. De acordo com o estudo, enquadrar a indústria em padrões de eficiência como esse seriam benéfico, já que motivar...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.