O Facebook retirou várias imagens fortes e marcantes de imigrantes mortos em um naufrágio na costa da Líbia do ar. A rede social afirma que confundiu o conteúdo com spam. As fotos foram tiradas pelo artista sírio Khaled Barakeh na semana passada na cidade de Zuwara, no oeste da Líbia. O navio transportava cerca de 400 imigrantes que estavam presos no porão e naufragou.
Como bloquear mensagens de um amigo no Facebook sem desfazer a amizade
Barakeh postou sete fotos na rede social, em um álbum chamado Multicultural Graveyard (Cemitério multicultural, em tradução livre). As imagens mostram as vítimas e uma pilha de sacos para corpos.
Facebook excluiu imagens após confundi-las com spam (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
O álbum foi compartilhado mais de 100 mil vezes, antes do Facebook ter deletado o conteúdo. Essa postura foi vista por alguns usuários como censura. A rede social se justificou e disse que houve um erro interno.
Qual sua rede social favorita? Comente no Fórum do TechTudo.
“Este conteúdo foi marcado erroneamente pelo sistema como spam e que, desde que foi identificado o erro, corrigiram”, afirma um porta-voz do Facebook ao Mashable que, em seguida, se desculpou pelo ocorrido. Essa não é a primeira vez que...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.