A Apple é  vista por muitos fãs do mundo da tecnologia como uma empresa inovadora e que faz jus ao seu clássico slogan “Pense Diferente”. Seja no mercado de celulares, tablets, players de música ou computadores, as invenções da empresa foram muitas vezes capazes de ditar novas normas até para as rivais. Com a proximidade do lançamento do iPhone 6S e do iPhone 6S Plus, a pergunta é a mesma: o que que vem por aí?

Além do iPhone 6S: conheça os prováveis lançamentos da Apple para o dia 9 de setembro

Enquanto não é possível responder, o TechTudo preparou uma lista completa com as maiores inovações da empresa nos últimos anos.

iPod: o divisor de águas na indústria musical

Embora tenham perdido espaço para os smartphones nos últimos anos, os iPods são um dos grandes responsáveis por reinventarem a forma como lidamos com dispositivos portáteis e, especialmente, com música. Lançado em 2001, o primeiro iPod sacudiu o mercado ao comportar um total de mil músicas em 5 GB. Algo inimaginável nos tempos dos aparelhos tipo Walkman.

iPods revolucionaram a forma como usuário consome músicas (Foto: Divulgação/Aple)

O sucesso do dispositivo foi tão grande que, antes mesmo do lançamento do primeiro iPhone, a Apple já havia vendido 100 milhões de iPods em todo o mundo. Ao todo, foram lançadas cinco linhas diferentes: Classic, Mini, Nano, Shuffle e Touch.

Se você se interessa pelo envolvimento da Apple com a música, leia mais sobre a história do iPod.

iTunes Store: uma nova forma de consumir música

Após chamar a atenção do mundo com a capacidade do iPod, a Apple deu mais uma balançada na indústria da música com a iTunes Store. Incorporada ao iTunes em 2003, a loja online de música tinha como grande desafio provar a viabilidade da venda de canções pela internet.

iTunes Store reune vendas de músicas, filmes e programas de TV nos dispositivos da Apple (Foto: Reprodução/Apple)

Um dos grandes atrativos do iTunes na época era que o usuário poderia comprar apenas a música que lhe interessasse pelo valor de US$ 0,99 (cerca de R$ 3,83). A mudança caiu como uma bomba no mercado da música, acostumado com a venda de discos completos. O sucesso é incontestável: foram mais de 25 bilhões de vendas somente até o início de 2013.

iPhone: o celular que mudou o mundo

É possível, facilmente, dividir a história dos celulares entre antes e depois do iPhone. E não é para menos. Afinal, o aparelho apresentado em 2007 por Steve Jobs mudou a forma como as pessoas interagiam com os smartphones, popularizando as telas touchscreen e sistemas mais amigáveis ao toque.

... telefones celulares (Foto: Reprodução)" height="435" width="695">iPhone foi apresentado em 2007 e mudou o design e o padrão dos telefones celulares (Foto: Reprodução)

Desde então, foram lançadas sete gerações com grande receptividade, ajudando a Apple a alcançar a marca de 700 milhões de dispositivos vendidos. Para esta quarta-feira (9), a chegada do iPhone 6S gera muita expectativa sobre as novidades do aparelho. Enquanto o momento não chega, vale conferir as curiosidade sobre o smartphone.

Macbook Air: leve, fino e portátil

Carregar um notebook na mochila já foi uma tarefa complicada e até mesmo dolorosa. No entanto, essa história começou a mudar quando Steve Jobs retirou o MacBook Air de dentro de um envelope no dia 15 de janeiro de 2008. O aparelho apresentava medidas bastante ousadas para a época: espessura com variação de 0,4 cm a 1,94 cm na esperrua e peso de 1,36 quilo.

MacBook Air foi apresentado por Steve Jobs dentro de um envelope (Foto: Reprodução/Apple)

O sucesso do Air foi imediato e o aparelho continua até hoje como um dos principais produto da Apple, embora tenha perdido o posto de mais fino e leve para o novo MacBook. As críticas também foram ferrenhas, especialmente à falta de disco óptico e o preço elevado Ainda assim, o Air obrigou a Microsoft e suas parceiras a correr trás do prejuízo e lançarem os ultrabooks. 

App Store: um mundo de aplicativos no seu bolso

“Envie um SMS para 1234 para baixar um novo joguinho”. Qual foi a última vez que você comprou um game ou aplicativo por SMS?

Com o lançamento da App Store em julho de 2008, a Apple consolidou uma tendência de uma loja única para a venda de software para os seus produtos, algo seguido pelo Google (com a Google Play Store para Android) e pela Microsoft em seguida.

App Store foi lançada em 2008 e já conta com mais de 100 bilhões de downloads (Foto: Divulgação/Apple)

De fora do primeiro iPhone, a App Store surgiu de uma grande sacada do então CEO da companhia, Steve Jobs. Após observar o potencial dos apps criados para o smartphone extraoficialmente, o chefe da Apple optou por lançar um kit de desenvolvimento para o sistema móvel e uma loja unificada com o total controle de qualidade feito pela companhia. Desde então, foram mais de 1,5 milhões de apps lançados na App Store e 100 bilhões de downloads.

iPad: o fim dos netbooks

Assim como não foi a primeira a apresentar um smartphone, a Apple também não foi a primeira a lançar um tablet. No entanto, o iPad foi o grande responsável pela popularização do dispositivo e pelo fim dos netbooks, pequenos laptops com Windows.

iPad foi o grande responsável por popularizar os tablets em todo o mundo (Foto: Divulgação/Apple)

Lançado em 2010 com uma tela de 9,7 polegadas, o iPad se apresentou como um dispositivo simples e que oferecia tudo o que o usuário comum precisava a poucos toques. Com ele, era possível ler e-mails, editar documentos, ver vídeos no YouTube, jogar e muito mais sem precisar carregar um pesado notebook. As vendas superaram as expectativas e o iPad se tornou sinônimo de tablet durante muito tempo.

Siri: uma tecnologia mais amigável

Alvo de críticas e desconfianças, a Apple surpreendeu o mundo com o lançamento da Siri. A assistente virtual chegou com iPhone 4S oferecendo comando de voz mais intuitivos e com perguntas através da linguagem do dia a dia. Com a Siri, os usuários poderiam fazer poderiam até questionar de forma mais subjetiva, perguntando se precisariam de um guarda-chuva naquele dia, sem sequer citar a palavra tempo.

Siri foi apresentada em 2011 e começou a falar português em 2015 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Qual é o smartphone mais esperado de 2015? Comente no Fórum do TechTudo

O sucesso da Siri também foi imediato e as respostas divertidas da assistente, além dos recursos adicionados ao longo do tempo, tornaram as assistentes virtuais indispensáveis. A resposta do Google foi rápida com o Now e até a Microsoft investiu no ramo com a Cortana, que chegou recentemente aos computadores.

Continuity: iPhones, iPads e Macs trabalhando juntos

Desde o Windows 8, a Microsoft vem batendo na tecla da unificação de seus sistemas para smartphones e computadores. No entanto, antes mesmo do lançamento do Windows 10, a Apple passou uma “rasteira” na sua rival e apresentou o seu modo Continuum para iOS e Mac OS.

Continuity chegou com iOS 8 e Mac Yosemite para fazer dispositivos trabalharem juntos (Foto: Divulgação/Apple)

Com o recurso, donos de MacBooks, iPads e iPhones tornaram-se capazes de começar uma atividade no seu dispositivo móvel e terminar no computador, e vice-versa. Outra possibilidade aclamada foi a possibilidade de atender as chamadas do telefone e enviar o SMS no desktop, notebook ou tablet.

Assim, a Apple conseguiu garantir um certo pioneirismo antes mesmo que a Microsoft colocasse em prática o seu plano universal para o Windows 10.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.