O Google liberou nesta quarta-feira (9) o beta do serviço Bazel, que permite a desenvolvedores gerar compilações de software e testá-las em um ambiente livre e rápido. Disponível para Linux e OS X, a plataforma tem como grande vantagem a agilidade no processo de liberação de novas versões e suporte a códigos escritos em Java, C++, Python, além de outras linguagens. Google faz 10 anos de Brasil e revela dez curiosidades no país
Um dos diferenciais do Bazel está na praticidade. De acordo com o Google, a ferramenta permite que os desenvolvedores selecionem determinados arquivos para uma recompilação, ao invés de um projeto todo. Outro detalhe que deve dar agilidade para quem for usar o serviço é o fato de que ele não verifica a integridade de códigos que não foram alterados desde a última utilização.
Google promete agilidade na compilação e testes de software no Brazel (Foto: Divulgação/Google)
Com suporte para Android e iOS, o Bazel permite que os desenvolvedores puxem bibliotecas de fontes populares, como o GitHub e o Maven. Também é possível editar a API para customizar o processo. Segundo o Google, o Bazel é usado internamente para gerar as compilações dos aplicativos criados pelos desenvolvedores da empresa e, na avaliação dos criadores, a ferramenta deve ser b...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.