A Restricta foi inventada para impedir você de tirar aquelas fotos tradicionais em pontos turísticos. Criação do designer Philip Schmitt, o dispositivo simplesmente bloqueia a lente e o visor assim que detecta que o usuário está prestes a clicar um lugar muito conhecido. Na visão de seu inventor, a câmera tem o propósito de questionar a prática da fotografia atualmente. GoPro lança programa para interessados em super câmera que filma em 8K A câmera funciona combinando dados da Internet e um sensor GPS para ler uma área de mais de mil metros quadrados. Se a Camera Restricta detectar que há um grande volume de fotografias na Internet do ponto em que o usuário está no momento, ela simplesmente retrai a lente e bloqueia o visor, impedindo que qualquer foto seja tirada naquele local.
Câmera usa GPS e informações da Internet para impedir que você fotografe pontos muito manjados (Foto: Divulgação/Philip Schmitt)
Se você está, por exemplo, no Cristo Redentor e saca a Camera Restricta, vai acabar sem fotografia para preservar o momento, já que pontos turísticos são grandes campeões em cliques clichês. Vale notar que as restrições impostas pela câmera estão vinculadas apenas à geolocalização do usuário, e não ao talento de quem aperta o botão. A câmera não tem como julgar se a foto é criativa, mesmo que use um cenário bastante batido, por exemplo.
Qual câmera semi profissional com regulagem comprar? Confira no Fórum do TechTudo. Além de impedir que o usuário fotografe locais públicos bastante conhecidos, há u...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.