Na hora de se registrar em um site, rede social ou aplicativo, o usuário é obrigado a concordar com os termos de serviço e com a política de privacidade. Como são documentos grandes, geralmente não são lidos e, com isso, perde o controle sobre as permissões concedidas aos programas. Para resolver o problema, o site TOSDR resume os termos de vários serviços como Google, Facebook, Instagram e WhatsApp. Confira os principais e fique informado do que está aceitando em cada site ou software.
Domínios personalizados podem esconder sites perigosos; entenda 
Confira o resumo dos termos dos principais sites e apps feito pelo TOSDR (Foto: Divulgação/TOSDR)
Google O termo de serviço do Google oferece um aviso prévio de quando algum serviço será descontinuado, avisa quando os termos serão atualizados e garante licença de direitos autorais limitada. Porém, essa permissão continua mesmo quando você para de usar os serviços, já que ele pode usar suas informações por tempo indefinido, segundo os termos de uso. Além disso, a gigante de Internet rastreia suas atividades em outros sites e pode compartilhar suas informações com terceiros para anúncios. YouTube Os termos de serviço do YouTube são polêmicos para o usuário e podem ser modificados silenciosamente. Vídeos deletados podem não ser removidos, já que a plataforma pode mantê-los sem distribuir ou executar. Seu conteúdo pode ser removido sem aviso prévio e a licença sobre os direitos autorais é ilimitada, desde que seja para a promoção no YouTube, seus sucessores e ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.