O total de estabelecimentos brasileiros que aceitam bitcoin, a moeda virtual, já passa dos 15 mil e vão desde lojas de roupas até de eletrodomésticos. Os números são da Snapcard, que desenvolve soluções para que pessoas e empresas aceitem a moeda em suas transações e contribuiu com o avanço.

Dia da Árvore no Brasil ganha Doodle com planta nativa e sabiá

No Brasil, a Snapcard opera em parceria com a Pagpop, empresa nacional especializada em pagamentos realizados através de smartphones e tablets. Para começar a aceitar pagamentos na moeda virtual, os interessados podem usar o aplicativo Snapcard POS, que faz o "meio de campo".

Mais de 15 mil lojas brasileiras já aceitam pagamentos via bitcoin (Foto: Divulgação/FISL)

Outra forma de usar os serviços é optando por plataformas de carrinhos de compra digitais, que já incorporaram os serviços da Snapcard, como a AZPay. A ferramenta é grátis, mas é cobrada uma taxa de 0,5% de cada transação realizada via app. Para a empresa, há uma demanda crescente por bitcoins no Brasil em razão do cenário de estagnação econômica. “A deterioração fiscal, o medo da inflação e os impostos mais elevados entre os mercados emergentes são fatores determinantes para algumas pessoas assumirem riscos em bitcoin no Brasil”, diz Michael Dunworth, cofundador da Snapcard.

Para usuários domésticos

Pessoas interessadas em assumir o risco e investir na moeda digital podem criar uma carteira no Snapcard e comprar bitcoins diretamente do serviço, seguindo os valores da cotação da moeda virtual. As transações podem ser realizadas por boleto, transferências bancárias, cartões de crédito e cartões de débito pré-pagos. A empresa garante que realiza a venda de bitcoins sem taxas adicionais escondidas.

“Estamos focados em tornar o

... bitcoin fácil para todos. A Snapcard constrói ferramentas gratuitas para serem utilizadas pelas empresas locais de todos os tamanhos e tipos“, afirma Ioannis Giannaros, COO.

No Brasil

De acordo com a Bitvalor, empresa de monitoramento de bitcoin, existe uma expectativa de mais de R$ 70 milhões em transações em bitcoin no Brasil até o fim de 2015.

Como investir em Bitcoins e por quê?  Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.