A versão 41 do Mozilla Firefox corrige um bug que fazia parte das sucessivas versões do navegador há 14 anos. O erro, que consumia memória quando o usuário ativava o Adblock Plus, era tão antigo que, quando foi introduzido, o Firefox sequer existia em uma versão estável.
Sete segredos da barra de busca do Firefox que vão agilizar sua vida
A falha presente no navegador fazia com que o AdBlock Plus dobrasse a quantidade de memória usada para esconder os anúncios nas páginas abertas do usuário. Quem tem o costume de navegar com uma boa quantidade de abas abertas, poderia ver um consumo brutal de 2 GB de memória causados pelo Firefox.
Navegador da Mozilla, lançado há 10 anos, teve bug de 14 anos corrigido (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)
Com a solução implementada na versão 41 do navegador, os usuários não sentiram nenhum peso na memória do computador e no funcionamento da máquina. Agora, o browser consome mais ou menos a mesma quantidade de memória, quer o usuário use, ou não, o AdBlock Plus.
O motivo do erro ter sobrevivido 14 anos é porque, no fim das contas, ele não causava problemas graves no uso do navegador. No entanto, a chegada de novas extensões e o crescimento das demandas de processamento e memória de páginas de Internet cada vez mais complexas acabaram fazendo com que os desenvo...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.