O Tidal, streaming de música do rapper Jay-Z, estará liberado para usuários brasileiros a partir desta terça-feira (28). O serviço aposta na qualidade de áudio LossLess para ultrapassar os concorrentes, como o Spotify e o Apple Music. O app não tem planos grátis, mas oferece um mês de degustação. Para assinar, os preços variam entre R$ 14,90 no plano Premium e R$ 29,80 no Tidal HiFi. 
Spotify pode ganhar suporte para Chromecast, diz site
Ao todo, o Tidal tem um catálogo de 35 milhões de faixas. O plano Premium dá direito ao usuário ouvir as músicas de qualquer plataforma, inclusive offline. Já o HiFi, além de poder baixar as músicas, oferece uma qualidade de áudio sem compressão, semelhante ao CD ou vinil.
Tidal tem player web e app para Windows, Mac, Android e iOS (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)
Uma das vantagens oferecidas pelo Tidal é uma maior aproximação dos fãs com os artistas. Através do Tidal Rising é possível acompanhar entrevistas com as bandas. Ao todo são mais de 85 mil vídeos em alta definição. No Tidal X a plataforma vai oferecer shows exclusivos por streaming. Esses serviços estão disponíveis para ambos os planos.  O aplicativo também quer dar destaque a artistas independentes. Em uma seção chamada ‘Discovery’ qualquer banda poderá fazer upload de músicas e disponibilizá-las no aplicativo. Com isso, a remuneração será direta, sem a intermediação de gravadoras. O Tidal está...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.