Uma equipe de cientistas dos Estados Unidos desenvolveu algo que pode parecer bom demais para ser verdade: uma bateria de alta capacidade, que não explode, não pega fogo, não usa substâncias tóxicas e que pode operar tranquilamente em situações em que é necessário que o componente guarde grandes quantidades de energia por prolongados períodos de tempo. Bateria com vida útil ‘infinita’ é desenvolvida por Samsung e MIT Os pesquisadores da Universidade de Harvard perseguem, há alguns anos, um modelo de bateria que possa ser usado em casas e permita eliminar um dos grandes gargalos referentes ao uso de fontes renováveis de energia, como a luz solar e o vento.
Cientistas criaram uma bateria barata, não tóxica e sem riscos de explosão que pode ajudar na popularização de fontes renováveis de energia (Foto: Divulgação/Harvard)
Normalmente, essas fontes, ainda que abundantes, estão sujeitas a oscilações de fornecimento que nem sempre coincidem com a demanda: um dia inteiro de chuva e sem vento pode comprometer o funcionamento da casa. Hoje, a ideia de manter uma casa funcionando só com energia renovável dessas fontes é impraticável em virtude dos custos de armazenamento de baterias sólidas e dos riscos envolvidos no manuseio desse tipo de bateria. Segundo o site Phys.org, a Universidade de Harvard trabalha em conjunto com a indústria para que a tecnologia seja tirada do papel em breve. Uma versão anterior da bateria, que usava apenas um composto tóxico, foi licenciada para exploração comercial por uma empresa da Europa. ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.