Cabos USB compatíveis com o padrão Tipo-C precisam seguir uma série de padronizações, do contrário apresentarão problemas de funcionamento e podem, inclusive, danificar seus equipamentos. Benson Leung, engenheiro da Google, vem pesquisando os cabos disponíveis no mercado e tem encontrado vários problemas com muitos deles. Teclado emoji para Mac, Windows 10 e iOS entra em pré-venda O USB Tipo-C pode transmitir correntes elétricas com intensidade de até 3 A (ampères). A alta amperagem é necessária para garantir que a interface seja capaz de alimentar a bateria de um notebook, ou até mesmo de vários dispositivos ligados numa mesma porta. Um cabo que falhe em suportar essa intensidade pode provocar falhas e causar danos aos equipamentos.
É importante que o consumidor certifique-se da qualidade de cabos e adaptadores USB Tipo-C (Foto: Carol Danelli/TechTudo)
Mais grave que isso é a hipótese de que o usuário conecte um cabo fora das especificações em uma porta USB de padrão mais antigo, como o microUSB, que operam com 1,5 ou 2,4 A. Num cenário como esse, a alta intensidade da corrente gerada na porta USB Tipo-C poderia queimar a porta de padrão microUSB e até inutilizar um equipamento. A dica para fugir desse tipo de risco é procurar verificar as especificações técnicas de cabos ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.