Um novo tipo de vírus para Android se esconde em aplicativos legítimos, como Facebook e Snapchat. O malware pode executar root no smartphone ou tablet e se tornar quase impossível de ser removido. Em princípio, são três famílias de vírus que oferecem esse tipo de risco: Shuanet, Komage e Shudun, todos descobertos por pesquisadores da Lookout, empresa especializada em segurança digital.
Oito celulares chineses que são cópias idênticas dos top de linha As amostras coletadas pelos especialistas têm o comportamento de adware, o que significa que eles enchem o aparelho das vítimas com anúncios publicitários indesejados. No outro lado, o hacker que desenvolveu o vírus acaba lucrando em virtude da visualização dos anúncios nos aparelhos infectados.
Vírus do tipo adware infesta o aparelho infectado de anúncios indesejados (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
Os vírus que seguem esse padrão de operação se escondem em aplicativos legítimos, como Facebook, Twitter, Snapchat, WhatsApp, entre outros. Uma vez instalados no sistema, os adware desenvolvem mecanismos que os classificam como serviços com privilégios de administrador do aparelho. Dessa forma, o Android os percebe como parte integrante do sistema. Essa lógica torna as pragas indissociáveis do Android. De acordo com os pesquisadores, mesmo que o usuário execute o procedimento de reinicialização para as condições originais de fábrica, o vírus continuará instalado e rodando no aparelho. A única solução é realiza o flash de uma cópia da ROM do aparelho.
Qual é o melhor antivírus? Opine no Fórum do TechTudo
Como evitar esse tipo de vírus? Os especialistas explicam que há dois grupos de risco: usuários que realizam root, mas que não tomam muito cuidado com ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.