Durante as primeiras gerações de videogames, as imagens na tela eram sempre apresentadas em 2D. Ou seja, áreas planas com personagens que andavam de um lado para o outro, com um ponto de vista aéreo ou até isométrico para simular 3D. No entanto, quem jogava nos anos 90 teve a chance de ver a transição dos gráficos 2D para o 3D. Confira como foi a evolução visual dos jogos em 3D nos principais consoles: Veja a evolução dos gráficos de Halo, série de tiro em primeira pessoa O 3D nos videogames começou de uma maneira sutil com apenas alguns games ainda no Super Nintendo e Mega Drive. Em seguida, ele passou por consoles híbridos como PlayStation One e Sega Saturno que trabalhavam tanto em 2D quanto 3D. Enfim, surge o primeiro videogame completamente 3D: o Nintendo 64. Depois disso, a história é longa, cheia de PlayStations 2, 3, 4, levando os gráficos cada vez mais longe. 
Lara Croft de Tomb Raider é uma das personagens que nasceu no 3D e continua evoluindo até hoje (Foto: Reprodução/Geek Insider)
Super Nintendo e Mega Drive O primeiro console a perseguir a ideia de gráficos 3D nos games foi o Super Nintendo em 1993, quando a Nintendo decidiu criar um chip próprio chamado Super FX que vinha dentro de cada cartucho de Star Fox. Com este chip o Super Nintendo era capaz de criar polígonos simples, formas geométricas coloridas, porém sem texturas. Aliada à já existente tecnologia “Mode 7″ do console, que permitia redimensionar e girar gráficos 2D, foi criado o primeiro jogo 3D para um videogame.
Star Fox no Super Nintendo foi o primeiro game 3D nos consoles (Foto: Reprodução/FNintendo)
A principal concorrente da Nintendo nos anos 90, a Sega, não queria ficar para trás e em 1994 colocou seu chip Sega Virtua Processor em cartuchos como Virtua Racing para também alcançar gráficos 3D no Mega Drive. Nos fliperamas, jogos em 3D já eram mais comuns, pois Virtua Racing foi originalmente lançado nos arcades em 1992, porém a ideia de converter um jogo 3D para um console não parecia possível até então. PlayStation One e Sega Saturno Na mesma época que os consoles da geração anterior começavam a flertar com a ideia de games em 3D, eram lançados em 1994 o PlayStation One da Sony e o Sega Saturno da Sega, ambos com jogos em CDs ao invés de cartuchos. Ironicamente, boa parte da estrutura desses consoles ainda se comprometia com gráficos 2D, e se tornaram boas casas para títulos como Rayman, Castlevania: Symphony of the Night e MegaMan X. Apesar de dificuldades técnicas, tanto o PlayStati...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.