Consumidores interessados em placas de vídeo para seus computadores têm diversas opções no mercado. Além de precisar definir qual tipo de GPU vão usar, ou NVIDIA, ou AMD, o usuário também terá de escolher entre uma série de fabricantes de placas, como Asus e Gigabyte.

Asus ou Gigabyte: qual marca oferece os melhores modelos de placa-mãe

Aqui, vamos analisar as linhas atuais de placas de vídeo dessas duas marcas para classificar quem sai na frente na atual geração em termos de performance, overclocking, disponibilidade e preços.

Gigabyte e Asus oferecem versões e alta performance de placas gráficas da Nvidia e AMD (Foto: Divulgação/Gigabyte)

Desempenho: Empate

O desempenho depende, primeiramente, do tipo de chip gráfico utilizado. Uma placa com processador Geforce GTX 980, por exemplo, terá desempenho bastante similar, independente do fabricante.

Mas tanto Gigabyte como Asus oferecem versões mexidas dessas GPUs, com um pouco mais de performance. A Gigabyte, por exemplo, lançou recentemente uma linha de placas gráficas da Nvidia com overclock de fábrica de números respeitáveis.

Sob essa perspectiva, se a ideia é buscar placas de vídeo com tecnologia da Nvidia, a melhor opção do usuário, no momento, são as Gigabyte. As versões da Asus com o mesmo tipo de performance tendem a custar mais caro em virtude de sistemas de refrigeração mais elaborados, que misturam água e ar.

Quem é fã da AMD encontra ótimas opções nos dois fabricantes. Tanto Gigabyte como Asus contam com portfólios vastos, desde as placas R9 intermediárias às poderosas e cobiçadas R9 Fury.

Overclock: Gigabyte

As comparações aqui vão de modelo a modelo e podem variar conforme design térmico, opções de alimentação da placa e alguns detalhes do gênero.

Novas séries, como a Xtreme, colocam a Gigabyte em vantagem quando o assunto é overclock (Foto: Divulgação/Gigabyte)

Mas, em geral, a Gigabyte tem uma pequena vantagem na comparação. Por exemplo, uma Geforce GTX 970 da Asus possui conector único de oito pinos para alimentação, enquanto que as versões da Gigabyte possuem dois conectores de oito pinos, garantindo opções mais extremas de overclock para esse modelo.

O que não significa que apostar na Asus seja um tiro no pé. Há versões da fabricante taiwanesa com melhor suporte à aceleração por parte do usuário e a vantagem da Gigabyte, nesse momento, pode ser momentânea já que é questão de tempo para que a Asus promova novos lançamentos.

Durabilidade: Asus

Ao longo dos anos, a Asus construiu uma reputação de desenvolver placas-mãe e de vídeo de maior qualidade e resistência em função do uso de componentes eletrônicos de melhor qualidade.

Placas da Asus têm fama de apresentar maior durabilidade do que as rivais (F
... oto: Divulgação/Asus)

Embora a vantagem já não seja a mesma porque os concorrentes evoluíram, esse ponto ainda é relevante na hora de decidir a compra.

Drivers: Empate

Atualmente, drivers são uma responsabilidade dos fabricantes das GPUs, como Nvidia e AMD. Nesse sentido, tanto Gigabyte como Asus estão bem servidas deles, com atualizações constantes que promovem correções de bugs e, o mais importante, ganhos de desempenho na hora de jogar. Dependendo do caso e modelo de placa, alguns drivers são atualizados mais de uma vez no mesmo mês.

Disponibilidade: Empate

Atualmente, a Asus tem boa presença no mercado de placas gráficas do Brasil, especialmente quando o assunto são GPUs da Nvidia, o que não acontecia há poucos anos quando suas VGAs eram bastante cobiçadas e relativamente difíceis de achar no país. Em todo caso, as placas da Gigabyte costumam ser mais fáceis de se encontrar no Brasil porque, em geral, tendem a ter uma relação entre custo e benefício um pouco melhor.

Não é difícil encontrar placas da Gigabyte e da Asus no Brasil (Foto: Divulgação/Gigabyte)

Outra pequena vantagem da Gigabyte é o fato de ter uma linha de placas mais fragmentada do que a Asus, o que se traduz em um número maior de versões para o mesmo processador gráfico, tanto da AMD quanto da Nvidia.

Placa-mãe da Asus ou da Gigabyte? Qual é melhor? Veja as opiniões no Fórum do TechTudo.

Preço: Gigabyte

Aqui, a vantagem é clara para a Gigabyte: a fabricante tem menos “grife” e seus produtos, de placas-mãe a placas de vídeo, acabam se beneficiando disso e apresentando preço mais baixo no mercado.

Uma GTX 980 G1 Gaming da Gigabyte pode ser encontrada por preços na casa dos R$ 2.900. A mesma versão, pela Asus, com performance inferior, por R$ 3.500. A mesma discrepância é observada com placas que rodam GPUs da AMD.

Conclusão: Empate

Há diferenças sutis entre as linhas atuais de placas de vídeo de Gigabyte e Asus. É possível estabelecer que o melhor fabricante é aquele que atente melhor o seu perfil: você quer melhor overclock? Então a opção é Gigabyte. Melhor performance? Aí tudo depende da placa e do chip gráfico, e não tanto de Asus ou Gigabyte. Preço? A Gigabyte é a melhor aposta.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.