O portal Camara-e.net e o Sebrae anunciaram que 631 varejistas já foram pré-aprovados pelo programa Black Friday Legal, iniciativa criada pela Câmara Brasileira de Comércio Digital para incentivar boas práticas de comércio online durante o evento, que acontece no próximo dia 27 de novembro de 2015. Para combater a maquiagem de preços, o selo Black Friday Legal irá identificar as lojas virtuais (e-commerce) que seguem o Código de Ética.
Black Friday: os melhores sites para monitorar preços
Além de garantir transparência, o projeto quer oferecer segurança e tranquilidade aos consumidores interessados nas promoções. Na lista de aprovadas estão pequenas, médias e grandes empresas, tanto no ramo digital quanto no físico. A notícia boa é que mais empreendedores ainda devem receber o selo Black Friday Legal neste ano, já que o período de inscrição termina apenas no dia 23 de novembro e aguarda novos candidatos.
Black Friday Brasil 2015 já tem mais de 600 lojas com o selo 'ficha limpa' (Foto: Divulgação/Câmara-e.net)
O desafio de regulamentar o que ficou conhecido como “Black Fraude” está no centro da atuação da Câmara desde 2013 e continua sendo uma preocupação. Na edição de 2014, o portal Reclame Aqui reportou mais de 12 mil reclamações na data, problemas que foram desde preços maquiados até sites incapazes de lidar com o tráfego de visitantes que aumenta em volume considerável no período.
Mesmo que o número precise ser contextualizado – falamos de um universo de mais de 2 milhões de transações efetuadas em 2014 apenas nos dia 27 e 28 de novembro – este ainda é um problema relevante. A Black Friday precisa ser boa tanto para quem vende como também para quem compra.
Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae, sobre infraestrutura de lojas na Black Friday (Foto: Leonardo Avila/TechTudo)
Como resultado da iniciativa, empresas interessadas no selo Black Friday Legal precisaram seguir todos os requisitos do programa em 2015, além de comparecer a palestras presenciais e online focadas em diversos aspectos do comércio digital. Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae, aponta que precisa existir esse compromisso, ainda que ocorram problemas técnicos e de infraestrutura online.
"A Black Friday é uma oportunidade de aumentar as vendas, ampliar a base de clientes, reforçar a presença da marca e contribuir para o giro de estoque. Mas é importante para o varejista selecionar os produtos a serem colocados em promoção, definir o percentual de descontos e dar ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.