O YouTube anunciou, nesta quinta-feira (19), que vai defender o conteúdo postado por seus usuários. Para isso, a plataforma vai oferecer compensações de até US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,74 milhões) para cobrir custos legais, caso vídeos de youtubers sejam derrubados por ações de copyright.
YouTube: 10 plugins para Chrome que vão mudar sua experiência
Desde que acredite que o material seja de uso livre, o YouTube vai dar a proteção para os canais selecionados. O serviço também aponta que, em certos casos, pode, inclusive, ajudar os produtores de conteúdo a se defender na justiça.
Programa do YouTube vai proteger vídeos de ações judiciais injustas (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
A iniciativa é uma forma de repelir abusos da DMCA, lei de direitos autorais dos Estados Unidos, que contém regras sobre a reprodução de conteúdo protegido. Chamado de Fair Use, o recurso do YouTube pode proteger, por exemplo, jornalistas e críticos de filmes ou games, que precisam usar esse material para criar seus próprios vídeos. Normalmente, o conteúdo precisa ser removido do site, enquanto o processo judicial estiver em andamento. Isso pode ser usado por empresas como uma forma de censurar e coibir a criação de vídeos considerados inadequados.
O que é o sistema ContentID? Entenda Segundo o YouTube, esses conteúdos serão avaliados pela plataforma. Se os vídeos forem considerados como adequados para as regras de Fair Use, serão mantidos no site. Com o tempo, a plataforma pretende criar um novo serviço para ajudar a comunidade de youtubers a entender melhor os direitos autorais e o funcionamento do Fair Use.
Como compartilhar vídeos? Comente no Fórum do TechTudo. O site afirma reconhecer o poder de intimidação da DMCA, assim como o potencial ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.