Bloodborne traz a Fera Clerical como um dos primeiros chefes do game e, por isso, uma das primeiras barreiras que o jogador encontra. Mas o monstro também é um ótimo “professor” para as futuras feras gigantes que irão te atormentar na aventura. Engula seco e prepare-se para o combate. Confira, abaixo, como eliminar a Fera Clerical em Bloodborne:

Veja o review completo de Bloodborne 

Itens importantes: Urna de Óleo, Coquetel Molotov
Status fundamentais para a briga: Vitalidade, Força

O primeiro item importante da lista são os movimentos do monstro. A Fera Clerical ataca com ambos os braços em enormes arcos que praticamente vão te atingir a não ser que você se posicione nas costas do monstro ou desvie na hora certa na direção de onde o ataque está vindo.

Acertar o timing ideal para desviar é difícil a princípio, então sugerimos sempre tentar se manter nas costas da Fera. É uma estratégia válida por dois motivos: nenhum dos golpes do monstro te segue bem (o que significa que se você sair do caminho da pancada, sua segurança está garantida) e porque o chefe faz muito pouco esforço para te tirar das suas costas (no geral, ele vai tentar te atingir com um tapa fraco ou girar para se reposicionar; mantenha-se em constante movimento).

Durante a luta, a Fera não fica imóvel, e pode facilmente proteger a retaguarda se movendo para próximo do parapeito da ponte, onde você não vai conseguir alcançar o ponto fraco. Quando isso ocorrer vá para longe do chefe. O monstro geralmente salta no ar para te alcançar, mas você pode evitar o ataque facilmente desviando para os lados assim que ele estiver para cair (tomando cuidado para não esbarrar com obstáculos). Daí você pode aproveitar a distração, ir para as costas e continuar o ataque ou se recuperar.

Como eliminar a Fera Clerical em Bloodborne (Foto: Reprodução / TechTudo)

Quanto a como feri-la, o fogo é seu amigo. A Fera tem fraqueza elemental a chamas, portanto o combo Urna de Óleo + Coquetel Molotov é bem útil (lance o primeiro e o monstro ficará encharcado de líquido inflamável, que aumenta qualquer dano gerado por fogo). A má notícia é que há uma quantidade baixa destes apetrechos espalhados pelo cenário, então use-os apenas quando o monstro já estiver fraco e sua reserva de itens de cura bem abastecida.

Mesmo assim, armas comuns funcionam muito bem, ainda mais com um pouco de estratégia. Cada um dos quatro membros do chefe pode ser danificado até ficar ferido (uma animação e jorros de sangue vão indicar sempre quando um pedaço do monstro estiver detonado).

Cada ataque em uma parte do corpo ensanguentada gera 30% a mais de dano no chefe. Ferir um braço (de preferência o maior deles) faz com que a Fera abaixe a cabeça por um tempinho. Ataque a cabeça o bastante, e a Fera Clerical cai, pronta para um ataque visceral (aperte R1 quando estiver exatamente de frente para a fera). Leve o Cutelo Serrado, já que sua segunda forma consegue acertar alvos acima do seu caçador.

Em certos pontos da luta, a Fera brilha em vermelho, curando assim seus membros machucados. Não se preocupe, pois ela não está recuperando sua barra de vida, apenas te privando do bônus de dano, então

... não precisa se afobar. Continue atacando a partir das costas, se aproveitando das partes feridas quando der e, com sorte, ataque a cabeça quando o monstro abaixá-la. Com variações importantes aqui e ali, essa dinâmica básica serve para muitos dos chefes gigantes de Bloodborne.
Fera Clerical abatida (Foto: Reprodução / TechTudo)

O que você achou de Bloodborne? Comente no Fórum do TechTudo!



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.