Metade dos dados transmitidos pelos 500 aplicativos gratuitos mais populares do Androidnão tem utilidade nenhuma para os usuários. Como consequência, os programas geram gastos de plano de dados e bateria sem necessidade e põem em risco a privacidade de quem usa esses aplicativos. A informação é de um estudo do MIT (Instituto Tecnológico de Massachusetts, nos EUA).  Google pode acessar remotamente 74% dos celulares com Android no planeta Segundo a pesquisa, pelo menos 50% das informações enviadas pelos aplicativos são referentes a estatísticas de uso e dados sobre como o aplicativo está funcionando e de que formas ele está sendo usado. Essas informações são usadas por desenvolvedores para aprimorar seus produtos. 
Pesquisa mostra que aplicativos do Android mantêm comunicação oculta incessante com servidores na Internet (Foto: Luana Marfim/TechTudo)
A outra metade dos dados ainda é considerada '"secreta" e os pesquisadores não conseguiram identificar seu conteúdo. Na avaliação de Julia Rubin, que é PhD em Ciências da Computação e líder da pesquisa, “deve haver uma razão muito boa para esse tipo de comunicação oculta. Não estamos defendendo que ela seja eliminada, mas que seja devidamente informada”. Para testar a necessidade dessa comunicação, os pesquisadores criaram versões modificadas de 47 dos 100 mais populares aplicativos do Android. Essas versões tiveram as interfaces de comunicação com os servidores misteriosos completamente desligadas.
Qual é o melhor smartphone da atualidade? C...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.