Um funcionário do Google, François Beaufort, afirmou nesta semana, em um post do Google+, que os usuários de Chromebooks agora podem executar outros sistemas Linux em uma janela no Chrome OS. Desse modo, é possível usar os dois sistemas, sem ter que ficar alternando entre eles em tela cheia.

Descubra qual é o melhor Chromebook do mercado brasileiro

Chrome OS agora pode executar outro sistema Linux em uma janela (Foto: Reprodução/François Beaufort)Chrome OS agora pode executar outro sistema Linux em uma janela (Foto: Reprodução/François Beaufort)

Executar o Linux em um Chromebook não é novidade - o próprio Chrome OS é baseado no kernel do Linux -, entretanto, o diferencial do novo modo é que ele torna possível, pela primeira vez, executar o Linux em uma janela. Antes, era preciso usar terminais virtuais e alternar entre a sua Linux e o Chrome OS. Porém, agora é possível usar o Linux em uma janela, dentro do sistema operacional principal.

Para conseguir realizar a façanha é preciso utilizar a extensão Crouton (Chromium OS Universal Chroot Environment) para Chrome, disponível no Chrome Web Store. Mas o procedimento não se resume apenas a isso, uma vez que, antes de usar a extensão, é preciso colocar o Chromebook no modo de desenvolvedor.

A extensão é parte do Crouton, um conjunto de scripts que permitem criar um ambiente Chroot “enjaulado” dentro do próprio sistema de arquivos do Chrome OS, onde é possível executar outros sistemas Linux.  Atualmente Ubuntu e Debian são suportados, mas provavelmente, isso também deve funcionar com outras distros que suportam os chamados ambientes Chroot.

Para entender melhor, ambientes enjaulados com Chroot fornecem o sistema operacional convidado com o seu próprio sistema de arquivos para ser executado a parte, isso permite que os aplicativos sejam inicializados em um ambiente de binário diferente do sistema operacional hospedeiro.

Mas, ao contrário do que ocorre na virtualização de sistemas, você não está inicializando um segundo SO; o sistema operacional convidado está sendo executado usando o sistema Chrome OS.

O benefício dessa abordagem é que não ocorre perda de velocidade, uma vez que tudo é executado nativa

... mente, e também não há desperdício de memória RAM devido à execução de dois sistemas operacionais ao mesmo tempo.

O Samsung Chromebook pode fazer sucesso no Brasil? Opine no Fórum do TechTudo. 

Saindo desses detalhes técnicos, o mais importante é que os usuários de Chromebook podem, finalmente, testar outros sistemas com toda comodidade e, ao mesmo tempo, continuar usando seu sistema principal sem muitas complicações depois de instalado.

Via Gigaom



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.