Um funcionário do Google, François Beaufort, afirmou nesta semana, em um post do Google+, que os usuários de Chromebooks agora podem executar outros sistemas Linux em uma janela no Chrome OS. Desse modo, é possível usar os dois sistemas, sem ter que ficar alternando entre eles em tela cheia.
Descubra qual é o melhor Chromebook do mercado brasileiro
Chrome OS agora pode executar outro sistema Linux em uma janela (Foto: Reprodução/François Beaufort)
Executar o Linux em um Chromebook não é novidade - o próprio Chrome OS é baseado no kernel do Linux -, entretanto, o diferencial do novo modo é que ele torna possível, pela primeira vez, executar o Linux em uma janela. Antes, era preciso usar terminais virtuais e alternar entre a sua Linux e o Chrome OS. Porém, agora é possível usar o Linux em uma janela, dentro do sistema operacional principal.
Para conseguir realizar a façanha é preciso utilizar a extensão Crouton (Chromium OS Universal Chroot Environment) para Chrome, disponível no Chrome Web Store. Mas o procedimento não se resume apenas a isso, uma vez que, antes de usar a extensão, é preciso colocar o Chromebook no modo de desenvolvedor.
A extensão é parte do Crouton, um conjunto de scripts que permitem criar um ambiente Chroot “enjaulado” dentro do próprio sistema de arquivos do Chrome OS, onde é possível executar outros sistemas Linux.  Atualmente Ubuntu e Debian são suportados, mas provavelmente, isso também deve funcionar com outras distros que suportam os chamados ambientes Chroot.
Para ent...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.