A Black Friday 2015 obteve o menor número de reclamações no Reclame Aqui desde seu surgimento no Brasil, há cinco anos. Segundo um relatório emitido pelo site, o número de queixas caiu 33% em relação a 2014, mas pouco teve a ver com um esforço dos lojistas para evitar problemas: na verdade, houve menos procura por ofertas.

Black Friday em Tempo Real: veja descontos e como evitar golpes

A debandada de consumidores teria gerado poucas filas para entrar em sites e raros casos de sobrecarga, com a promoção não figurando nem entre os temas mais comentados do Twitter ao longo do dia.

Reclamações na Black Friday 2015 caíram quase um terço se comparadas a 2014 (Foto: Divulgação)

Segundo o Reclame Aqui, o cenário é reflexo da crise, do aumento do desemprego e também da queda de confiança do consumidor. O interesse menor pela promoção teria até levado grandes varejistas virtuais a aumentarem os descontos no fim do dia, mas, aparentemente, sem muito sucesso. O resultado foi 4.400 reclamações registradas, contra mais de 12 mil do ano anterior. A maioria foi relacionada a propaganda enganosa, com maquiagem de preço.

“A Black Friday de 2015 explica um cenário de atenção no mercado brasileiro, que deixou a data passar quase que despercebida. No ano da crise, os consumidores não foram fisgados pelas campanhas das empresas”, diz o diretor de marketing do Reclame AQUI, Felipe Paniago.

Lojas mais reclamadas 

Ranking do Reclame Aqui mostra lojas com mais queixas na Black Friday (Foto: Divulgação)

No top 10 de empresas com maior volume de reclamações, a KaBum!, que tem boa reputação no Reclame Aqui, disparou na frente, com 688 queixas até o fim oficial da Black Friday, a 0h deste sábado (28). Em segundo, aparece a Americanas.com, com 431 queixas, seguida por Submarino, com 376 reclamações, NetShoes, com 155, e Magazine Luiza, com 143.

O que você comprou na Black Friday por um bom preço? Comente no Fórum do TechTudo

O Extra aparece na sexta posição, com 137 queixas, na frente do Ponto Frio, com 128, seguidas por Casas Bahia, com 121, Walmart, com 113 e Shoptime, com 110 reclamações no site Reclame Aqui. Saiba como verificar se uma loja é confiável.

Reclamações mais comuns 

A propaganda enganosa foi a campeã de reclamações, com 36,2%, seguida por 9,1% de relatos sobre problemas ao fi

... nalizar a compra. O terceiro maior motivo de queixa se deve à divergência de valores, responsáveis por 7,1%. O relatório mostra que, apesar da preocupação, houve poucos casos de crimes por meio de phishing durante a Black Friday.

Categorias com mais reclamações 

A categoria de informática foi a que mais teve reclamações durante a Black Friday 2015, com 524 ocorrências, seguida de perto problemas na categoria telefones celulares, com 512 registros. Na terceira posição ficaram os eletroeletrônicos, com 321 reclamações, seguidos de 218 queixas nas compras de eletrodomésticos e 142 de cartões de crédito.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.