Desde o primeiro computador pessoal, ainda nos anos 1980, os discos rígidos, que chamamos de HD, são os responsáveis pelo armazenamento de dados. Mas a tecnologia avança e, hoje, os SSDs são a opção para quem quer um computador com ótimo desempenho.
Como aumentar a vida útil do seu HD externo? Confira nossas dicas
O interior do disco rígido revela partes móveis propensas a problemas (Foto: Reprodução/Wikipedia)
A mesma lógica vale para os HDs externos. Com o tempo, pendrives, que nada mais são do que SSDs portáteis, ganham mais capacidade e podem acabar disputando o espaço com os discos rígidos convencionais. Essas duas tecnologias convivem no mercado há alguns anos. Até aqui, os SSDs não foram capazes de tornar os HDs inviáveis. Mas a tecnologia continua evoluindo e a perspectiva de preços mais atraentes pode mudar esse cenário.
Completamente eletrônicos, os SSD são mais rápidos (Foto: Reprodução/Guru3D)
Entre as razões para que os discos rígidos magnéticos não tenham sido aposentados, estão os preços das duas tecnologias e algumas limitações presentes nos SSDs, que tornam essa solução ainda restrita e distante da realidade de uso de muita gente. O que é disco rígido?
HDs ainda são imbatíveis no preço (Foto: Divulgação)
HDs são equipamentos constituídos de uma placa eletrônica que abriga os controladores, que são responsáveis pelo funcionamento do dispositivo, e do disco rígido propriamente dito: um, ou vários, discos cobertos de uma camada de material magnético, responsável por...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.