O Raspberry Pi deu origem a um novo mercado de computadores completos que cabem em uma única e pequena placa. A criação do Raspberry foi motivada pelo desejo de se construir uma plataforma amigável para que desenvolvedores criem e testem seus projetos e para servir de porta de entrada ao mundo da programação por quem quer aprender através de uma plataforma amigável, simplificada e barata.

Raspberry Pi Zero é o novo computador de bolso que custa apenas 5 dólares

Mas o Raspberry Pi não é mais a única opção. A ideia do computador completo numa única placa deu frutos e, hoje, há um mercado cada vez mais forte com opções que competem com os modelos da Raspberry Pi Foundation. São computadores mais baratos, muitas vezes com hardware mais forte e com propostas bastante interessantes para desenvolvedores e curiosos.

Modelos alternativos ao Raspberry Pi têm hardware mais poderoso e preço competitivo (Foto: Divulgação/Cubieboard)

Na lista abaixo, você vai conhecer algumas dessas possibilidades. Todos podem ser importados via sites especializados nesse tipo de produto.

Orange Pi

Orange Pi é uma opção interessante pelo hardware e preço (Foto: Divulgação/Orange Pi)

Preço: US$ 15 (R$ 57)

Essa alternativa chama a atenção por conta do hardware mais completo e pelo preço. O processador é um quad-core de 1,6 GHz e a GPU Mali-400, acompanhada de 1 GB (ou 2 GB) de RAM, é plenamente capaz de reproduzir vídeo em 4K pela porta HDMI presente na placa, algo que nenhuma alternativa oficial do Raspberry Pi faz com facilidade.

O Orange Pi tem sensor infra-vermelho, que deve permitir o uso de controle remoto, slot para cartão microSD, interface de 40 pinos para periféricos, Wi-Fi embutido, Bluetooth, quatro portas USB, microfone integrado e até uma interface própria para a ligação de câmeras como as usadas em celulares.

Odroid XU4

Presença de ventoinha no processador denuncia a vocação do Odroid XU4 (Foto: Divulgação/Odroid)

Preço: US$ 75 (R$ 285)

O preço sobe, mas o poder de processamento também. O Odroid XU4 tem um processador de oito-núcelos a 2 GHz, com rendimento e especificações muito similares às melhores CPUs presentes nos smartphones top de linha da atualidade. Na comparação, o Raspberry Pi 2 Model B tem um quad-core de apenas 900 MHz.

O computador tem 2 GB de memória RAM, três portas USB 3.0, slot para cartões de memória, porta Ethernet e suas funcionalidades podem ser expandidas com uma série de acessórios e periféricos criados pelo fabricante.

pcDuino 4 Set top Box

pcDuino STB é uma variante criada para funcionar como central multimídia (Foto: Divulgação/pcDuino)

Preço: US$ 25 (R$ 95)

Alguns dos projetos mais simples e acessíveis para iniciantes é a conversão dos Raspberrys e seus co

... mpetidores em centrais multimídia. O pcDuino Set top Box é um computador desenvolvido para esse fim.

Rodando um processador de quatro núcleos a 1,6 GHz e 1 GB de RAM, com 8 GB de espaço para dados e Wi-Fi embutido, o pcDuino tem saída HDMI e ambições de rodar conteúdo 4K.

Além disso, há duas portas USB e uma Ethernet e saídas de AV para ligar o pcDuino em televisores mais antigos, que não possuem interface HDMI.

Radxa Rock2 Square

4 GB de RAM do Radxa Rock2 Square não vai deixar ninguém na mão (Foto: Divulgação/Radxa)

Preço: US$ 100 (R$ 382)

Processador de quatro núcelos, 4 GB de RAM, até 32 GB de espaço para dados na placa, além do slot microSD e porta SATA para HDs de 2,5 polegadas fazem dessa opção um computador interessante para quem precisa de alternativas mais poderosas ao Raspberry Pi.

A Rock2 Square tem Bluetooht 4.0, Wi-Fi, saída para fone de ouvido, HDMI, sensor infra-vermelho para controle remoto e roda Android, Linux e até o Firefox OS.

Cubieboard4

Cubieboard4 não é exatamente barato, mas compensa pelo hardware poderoso (Foto: Divulgação/Cubieboard)

Preço: US$ 145 (R$ 554)

O preço do Cubieboard4 não faz do computador um competidor do Raspberry Pi e nem mesmo de boa parte das opções dessa lista, em muitos casos equivalentes em hardware e mais baratos.

Em todo caso, o modelo chama a atenção pelo uso do processador de oito núcleos a 2 GHz, com 2 GB de RAM e até 64 GB de espaço para dados, sem contas a possibilidade do uso de cartões microSD. O modelo tem Wi-Fi embutido, Bluetooth e não deve ter problema nenhum em rodar games e conteúdo em vídeo com resoluções até 4K.

MinnowBoard Max

O Minnowboard Max se destaca pelo uso de processadores Atom da Intel (Foto: Divulgação/Minnowboard)

Preço: US$ 145

Raspberry Pi e similares, em geral, são desenvolvidos para rodar Android e versões do Linux. Não é o caso do MinnowBoard Max que, por usar processadores Atom da Intel, pode aceitar o Windows como sistema operacional (versão Starter do Windows 7 deve rodar sem problemas). Outro destaque do computador é a conexão SATA2, que permite a instalação de disco rígido comum na placa.

Em relação ao hardware, o computador tem um processador dual-core de 1,3 GHz e vídeo pela GPU Intel HD Graphics. Há slot para cartão microSD, duas portas USB e uma Ethernet

Vale a pena comprar o Raspberry Pi 2? Comente no Fórum do TechTudo

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.