O WhatsBot, um tipo de assistente virtual para WhatsApp, acabou sendo banido depois de poucas horas. A ferramenta combinava informações referentes aos contatos do usuário, inteligência artificial e localização para sugerir lugares ideais para encontros entre as pessoas presentes em uma conversa no app. A ideia foi desenvolvida em um evento promovido pelo site TechCrunch no último fim de semana (5 e 6), em Londres.
WhatsApp: sete funções 'escondidas' que deixam o app ainda melhor Além do auxílio na hora de encontrar locais, os desenvolvedores do WhatsBot criaram uma ferramenta para reagir a xingamentos nas conversas com comentários, como “desculpe, mas vou ter que reportar isso aos seus pais”, por exemplo.
WhatsBot foi banido rapidamente pelo WhatsApp (Foto: Luana Marfim/TechTudo)
Como vigiar alguém no WhatsApp? Veja no Fórum do TechTudo
Para funcionar, o WhatsBot deveria ser adicionado à agenda, como um contato comum do WhatsApp. Com o assistente incluído em um grupo, por exemplo, era possível usá-lo para recomendar um local ideal para o encontro dos membros da conversa. O WhatsBot identificava esse ponto a partir de leituras colhidas do Foursquare e de mapas. Para funcionar corretamente, o usuário precisava compartilhar sua localização no grupo antes de acionar o assistente que, em seguida, encontrava o melhor local para todos os membros se encontrarem fisicamente.
Banido, assistente do WhatsApp criado ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.