Quem procura por notebooks com placas de vídeo dedicadas no mercado brasileiro normalmente precisa optar entre modelos da Dell que usam a AMD Radeon HD R7 M265 e computadores de Lenovo e Asus, que adotam a Nvidia Geforce 840M.

O que levar em consideração na hora de comprar um computador?

Os dois processadores gráficos apresentam performance similar, mas há algumas diferenças entre eles que precisam ser observadas, em especial por aqueles que estão em cima do muro entre um notebook ou outro.

Especificações: Nvidia

Em relação aos números, o confronto é bem equilibrado, embora a vantagem seja da NVIDIA. A placa da Nvidia tem melhor velocidade no processador gráfico e no clock da memória RAM dedicada: 1.029 MHz e 1 GHz, respectivamente. Do outro lado, o chip gráfico da AMD marca 800 MHz no processador e os mesmos 1 GHz de velocidade nos módulos de memória. Ambas oferecem 2 GB de memória RAM DDR3.

Geforce GT 840M tem desempenho bruto superior ao oferecido pela placa da AMD (Foto: Divulgação/Nvidia)

Mas a R7 M265 tem um trunfo na interface, que é de 128 bits, contra 64 bits da rival. A interface é a largura de banda disponível para que o chip gráfico troque dados com a memória RAM. No caso da AMD, essa troca pode ocorrer a até 32 GB/s, enquanto que na Nvidia a velocidade cai pela metade, em 16 GB/s.

Desempenho: Nvidia

Essa margem levemente superior em relação à velocidade do processador gráfico e da memória RAM acabam fazendo da Geforce GT 840M uma aposta mais sólida para quem vai jogar. Em relação a outros perfis de uso, como uso de aplicativos que se beneficiam de placas de vídeo dedicadas e entretenimento, o usuário deve considerar as duas placas como equivalentes.

Nesse sentido, se jogos não são uma preocupação, qualquer uma das duas terá performance satisfatória.

AMD R7 M265 é encontrada nos Dell Inspiron 15 (Foto: Divulgação/Dell)

Embora a comparação seja bem próxima entre duas placas dedicadas lançadas no mesmo semestre (janeiro de 2014 para a AMD e março para a Nvidia) é importante destacar que a R7 M265, na verdade, tem especificações mais próximas da Geforce GT 830M, que está um degrau abaixo da 840M na linha da Nvdia.

Disponibilidade: Nvidia

Levando-se em consideração apenas o mercado nacional, a placa da Nvidia sai em vantagem. A Geforce GT 840M pode ser encontrada em notebooks da Lenovo, Asus e em alguns aparelhos da Avell. Por outro lado, o chip da AMD está disponível apenas na linha Inspiron de notebooks da Dell.

Como recuperar dados de um HD externo danificado? Veja no Fórum do TechTudo

Energia: Empate

Consumo de energia é um fator importante no uso de notebooks. Embora a placa gráfica não seja a única a determinar a autonomia do equipamento, seu perfil de consumo acab

... a determinando a quantidade de eletricidade que o computador precisa para operar, especialmente em situações de alta demanda, além da quantidade de calor gerada pelo aparelho, um detalhe de conforto importante para quem usa laptop no colo.
Asus X550LN é um exemplo de notebook com Geforce GT 840M (Foto: Divulgação/Asus)

Nesse aspecto, a R7 265 sai em desvantagem diante da concorrente, já que o chip da Nvidia tem potência máxima de 33 watts, diante de 35 watts do processador gráfico da AMD. Contudo, a diferença é bastante pequena a ponto de ser compensada por outros fatores de consumo do computador.

Integração e drivers: Nvidia

As duas fabricantes criaram sistemas que buscam realizar a transição suave de GPU no seu computador para poupar bateria. A ideia é que o computador acione a placa dedicada apenas quando for necessário, como forma de economizar energia. A Nvidia chama a sua tecnologia de gerenciamento de Optimus, enquanto que a AMD batizou o seu sistema de Enduro.

A tecnologia da AMD apresenta alguns problemas de compatibilidade e perda de performance em algumas combinações, em especial em sistemas que usam uma configuração mista, com processadores da Intel. Basicamente, o Optimus da Nvidia tem vantagem porque é uma tecnologia mais amadurecida.

No momento, drivers e suporte da AMD é inferior ao que é oferecido pela Nvidia (Foto: Divulgação/AMD)

Contudo, a recente criação dos novos drivers para placas de vídeo da AMD deve promover mudanças no suporte ao Enduro e esses problemas devem ser corrigidos.

Em relação aos drivers, a AMD ainda amadurece a suíte Crimson, desenvolvida para competir com o Geforce Experience, da Nvidia, atualmente mais completo e funcional.

Conclusão: Nvidia

Se a sua compra de notebook é totalmente dependente da escolha entre as duas placas gráficas, a Nvidia é a melhor aposta: melhor performance e suporte via drivers mais evoluídos e chaveamento Optimus fazem da GPU da Nvidia um produto mais versátil e completo.

Entretanto, se a performance proporcionada pelo chip gráfico é aspecto marginal da sua decisão de compra, você pode focar seus esforços em outros aspectos. Embora existam diferenças entre os dois produtos, elas não são grandes ao ponto de comprometer a sua decisão por um ou outro notebook a partir de critérios mais importantes para você, como preço, assistência técnica e garantia e etc de uma marca em particular.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.