Carmen Sandiego é a ladra mais famosa dos videogames. Os jogos da série sempre foram populares mundialmente, principalmente no Brasil, onde foram lançadas algumas cópias em português. Atualmente a anti-heroína retornou em uma aventura para iPhone (iOS), chamada Carmen Sandiego Returns, mas seu sucesso sempre esteve nos títulos de PC. Confira a lista com curiosidades e polêmicas da franquia.

Game Oldies reúne gratuitamente milhares de jogos clássicos online

Jogos educativos

A maior curiosidade da série “Onde está Carmen Sandiego?” é o fato de serem, na verdade, jogos educativos. Hoje é quase impensável lançar algum game do tipo e conseguir enorme sucesso, mas com Carmen foi possível – e de uma maneira quase inesperada pelos fãs e produtores.

Carmen San Diego retorna em seu novo game (Foto: Divulgação/Houghton Mifflin Harcourt)

Afinal, como o jogo baseado em uma ladra faz tanto sucesso mundialmente? Em Carmen Sandiego os jogadores visitam vários lugares ao redor do mundo para prender a “vilã”, e assim conhecem estes locais e testam conhecimentos gerais. O game também explica um pouco de línguas e matemática, bônus que iam além da dinâmica de perguntas e respostas.

Até em outras mídias

O sucesso de Carmen Sandiego foi tanto que, nos anos 90, a personagem ganhou séries de quadrinhos, livros e até jogos de tabuleiro. São sete games de mesa da Carmen no total, lançados entre 1993 e 1996.

Carmen San Diego ganhou quadrinhos, livros e jogos de mesa (Foto: Reprodução/HQNews)

Além disso, a personagem soma pelo menos quatro gibis seriados e cinco livros, escritos por Melissa Peterson e publicados anualmente nos EUA. Os livros nunca chegaram no Brasil, mas contam histórias com Carmen e os detetives que a perseguem que vão além dos jogos.

Desenho animado

Sem dúvidas um dos maiores sucessos de Carmen Sandiego está no desenho animado dos anos 90. Em 1994, a animação foi exibida em diversos lugares do mundo, inclusive no Brasil, e serviu para apresentar a personagem a muita gente.

O desenho que fez a fama de Carmen Sandiego (Foto: Reprodução/YouTube)

Na trama, uma dupla de jovens detetives perseguiam Carmen em todos os locais que apareciam nos games. Como o jogo era para todas as idades, os produtores resolveram focar a série nas crianças. Carmen já havia aparecido na TV antes, porém, com programas simples e interativos, no estilo do duende “Hugo”, que também fez sucesso no Brasil.

Presença brasileira

Mas qual seria o motivo para os games da ladra serem bem-sucedidos com o público brasileiro? Carmen Sandiego foi um dos primeiros jogos a retratar o nosso país em suas telas. Praticamente em todos os títulos da série há pelo menos uma passagem dos personagens por terras tupiniquins.

... width="695">Carmen Sandiego sempre passou pelo Brasil (Foto: Reprodução/YouTube)

Essas passagens ficavam sempre restritas a grandes pontos turísticos, assim como ocorria com outros países nos jogos da saga. Era comum ver os personagens visitando o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, em busca de pistas para achar Carmen Sandiego.

Coleção de prêmios

Carmen Sandiego ganhou mais de 70 prêmios ao longo da série de jogos, o que não apenas reafirma seu sucesso, mas também a qualidade dos games. Os prêmios foram distribuídos entre 1995 e 1999, por várias publicações especializadas em títulos de computador nos EUA.

Carmen Sandiego foi premiado por seu teor educativo (Foto: Reprodução/YouTube)

Competição acirrada

Não apenas por causa das premiações, mas também pela qualidade, Carmen Sandiego dava trabalho aos concorrentes. Em 2001, o jornal norte-americano Los Angeles Times chegou a afirmar em uma matéria que games da época estavam com dificuldades em superar o domínio de Carmen.

Carmen Sandiego sempre fez sucesso, até hoje (Foto: Reprodução/YouTube)

Paródias polêmicas

Carmen San Diego teve alguns jogos não-oficiais lançados ao longo dos anos, o mais famoso deles é “Where in Hell is Carmen Santiago?”, lançado em 1990. O título pode ser traduzido como “Onde diabos está Carmen San Diego” e a aventura colocava o jogador para perseguir a ladra no pós-vida, como um espírito.

Carmen Sandiego também teve versões não-oficiais (Foto: Reprodução/St. John M. Morrison)

O game era de má qualidade e jogado em primeira pessoa, ao contrário dos outros títulos. Apesar de polêmico, ele também é educativo, na teoria, já que ensina ao jogador sobre a obra “O Inferno de Dante”, do escritor italiano Dante Alighieri. 

Saudades do Mega Drive? Confira emuladores no Fórum do TechTudo!



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.