Sua TV conectada ou até a babá eletrônica do seu filho podem ser as próximas vítimas. Já pensou? Parece exagero, mas a Internet das Coisas mal se tornou realidade e já é um grande problema para a segurança digital. Para lembrar um caso emblemático, pouco tempo atrás, um ataque de negação de serviço sequestrou milhares de câmeras conectadas para derrubar um servidor que hospedava serviços gigantes como Netflix, Twitter e Spotify, nos Estados Unidos.
A questão é que qualquer dispositivo conectado – de carros a geladeiras – pode ser vítima. Os ataques à Internet das Coisas têm basicamente dois objetivos: usar a capacidade de processamento e conexão dos objetos ou roubar informações geradas por aquele dispositivo online.
Um relatório recém-divulgado pela ESET – uma empresa de segurança digital da Eslováquia – destaca a preocupação da indústria em relação à privacidade dos dados dos usuários dessa nova geração de equipamentos conectados. Um exemplo são os...

>>> Veja o artigo completo (Fonte)

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.