Com um crescimento recente de quase 50%, o número de assinantes dos serviços de streaming de música já ultrapassa os 100 milhões de usuários pagos em todo o mundo. O maior é o Spotify, que no início do mês, anunciou a marca de 50 milhões de assinantes – metade desse mercado. Em segundo lugar, o Apple Music soma mais 20 milhões de usuários.
Os aplicativos são, sem dúvida, a maneira mais prática e moderna de consumir música no dia a dia. Cada serviço tem suas peculiaridades; é difícil dizer qual é melhor – mesmo porque, gosto não se discute. Mas a gente resolveu juntar uma galera antenada e fã de música para discutir o melhor e o pior dos apps mais populares.
Envolvido com música há muito tempo, o Duca é um curioso de plantão e fã incondicional da Apple; Apple Watch no braço, iPhone nas mãos e, claro, Apple Music no ouvido; segundo ele, pela facilidade de integração com seus dispositivos. O Bruno é músico; e por viver garimpando coisas novas online, prefere o Spotify – é lá que ele encontra artistas peculiares dos quatro cantos do mundo. A Cyntia é jornalista e usuária do Deezer. A facilidade de uso e a interface amigável do aplicativo conquistaram a simpatia dela. A música está presente na vida dela além dos fones de ouvido. Ela estuda guitarr...

>>> Veja o artigo completo (Fonte)

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.