Por Daniel Junqueira
Lançado no final de agosto, o Quantum Sky é o novo smartphone top de linha da Quantum, marca brasileira ligada ao grupo Positivo. O aparelho tem especificações intermediárias e promessa de bateria que dura bastante, mas será que ele vale o preço cobrado?
O Olhar Digital testou o Quantum Sky para saber o que ele consegue fazer. O aparelho é bom, apesar de alguns deslizes, mas, no geral, é uma ótima opção de baixo custo na faixa intermediária de preço.

Design, tela e desempenho
O design do Quantum Sky não se destaca muito, e lembra bastante alguns smartphones genéricos. Ele é um retângulo com bordas arredondadas e traseira metálica. A falta de inspiração não prejudica a usabilidade dele. A pegada do Quantum Sky é boa e ele não dá a impressão de que vai cair da mão por pouca coisa. E a boa notícia para os mais desastrados é que a Quantum incluiu na caixa do aparelho uma capinha protetora de silicone e uma película também, itens que muitos usuários vão atrás de qualquer jeito.
Na parte frontal, a tela de 5,5 polegadas ocupa grande parte do espaço, mas as bordas ainda são bastante visíveis, contrariando a tendência de outras empresas em adotar um design de "tela infinita". O display tem resolução Full HD e tecnologia IPS que exibe imagens de qualidade, com cores vivas. A tela é bem visível mesmo sob a luz do Sol, então um dia claro não vai ser um problema para quem quiser navegar pelo aparelho. Está longe de ser o display mais bonito do mercado, mas ele cumpre muito bem o que se propõe e é de qualidade satisfatória para um aparelho intermediário.
O Quantum Sky tem um leitor de digitais posicionado abaixo da tela, e basta posicionar o dedo nele mesmo com a tela apagada para o aparelho ser desbloqueado em pouco tempo.
Por dentro, o Quantum Sky usa um processador MediaTek Helio P10 com 4 GB de RAM. Na prática, ele consegue desempenho excelente para tarefas básicas - como navegar na internet, usar WhatsApp e redes sociais - e ainda se sai bem rodando alguns apps mais exigentes. Testamos o game "Asphalt 8: Airbone" e ele conseguiu rodar sem dificuldades. O processador MediaTek não consegue sempre o mesmo desempenho de um da Qualco...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.