Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Os HDs estão dando lugar pouco a pouco aos SSDs, mas não perderam espaço completamente. No Brasil, onde os discos de estado sólido ainda são caros demais, os discos rígidos permanecem sendo a escolha ideal para muitos.

Novo SSD da Samsung tem 16 TB e preço de quatro iPhones 6S Plus

Isso sem falar nos HDs de alta velocidade, que podem deixar a cabeça do consumidor mais confusa na hora de decidir o que comprar. Confira a seguir para quais perfis essas tecnologias se encaixam melhor, e tire suas dúvidas.

HDD ou HD comum

HDs comuns são ideais para quem precisa de muitos gigabytes e não pode gastar demais (Foto: Divulgação)HDs comuns são ideais para quem precisa de muitos gigabytes e não pode gastar demais (Foto: Divulgação/ Seagate)

O HDD, ou o disco rígido comum, ainda tem grande apelo à maioria dos usuários por seu baixo custo em relação aos SSDs. Seu preço por gigabyte é bem reduzido, tornando-o mais indicado para quem precisa de muito espaço para guardar arquivos e não requer tanto desempenho de leitura ou gravação. Usar um HD no computador significa não aproveitar toda a velocidade que o sistema operacional pode entregar, sem falar na sua durabilidade, que é menor que a de um SSD.

No final, HDs comuns são indicados para quem precisa de muito espaço, mas não tem muito dinheiro para gastar e dispensa alto desempenho.

No Brasil os modelos mais populares são o Seagate Barracuda, que oferece 190 MB/s de velocidade e é vendido em versões de 1 TB a 4 TB de armazenamento, por R$ 400 a R$ 1 mil; e os Western Digital Black e Red, que custam entre R$ 900 e R$ 1 mil com versões de 2 TB e 3 TB.

SSD

SSDs são muito rápidos e duráveis, mas relação gigabyte x preço ainda é desfavorável (Foto: Divulgação)SSDs são muito rápidos e duráveis, mas relação gigabyte x preço ainda é desfavorável (Foto: Divulgação/ Corsair)

Do outro lado está o SSD, ou disco de estado sólido, que é a tecnologia que deve substituir o HD em breve porque é melhor em quase tudo: é muito mais rápido, com velocidade que pode chegar a 10.000 MB/s, ou mais; é mais resistente, pois não tem funcionamento mecânico; e mais compactos. Seu problema está no preço, que pode passar da casa dos R$ 300 por apenas 120 GB de espaço.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

SSDs são ideais, portanto, para quem precisa de alto desempenho têm um orçamento gordo para investir em um disco com espaço limitado a, no máximo, 1 TB no Brasil.

Entre os modelos mais populares no Brasil estão os da Kingston, que oferece um dos melhores custos-benefícios para as versões de 120 GB e 240 GB, vendidas por entre R$ 300 e R$ 500. Há também o Samsung MZ-7TD120 de 120 GB, vendido a cerca de R$ 500, e o top Corsair Force LS de 960 GB, que custa mais de R$ 2.300.

HD de alta velocidade

HDs de alta velocidade são caros demais e não chegam perto da agilidade de SSDs (Foto: Divulgação)HDs de alta velocidade são caros demais e não chegam perto da agilidade de SSDs (Foto: Divulgação/ Western Digital)

Antes da chegada dos SSDs, a categoria de HDs de alta velocidade era responsável por entregar rapidez de leitura e gravação em discos rígidos, mas cobrando um alto preço por isso. Mesmo hoje, eles são vendidos no Brasil e se tornaram mais caros ainda, mesmo que não tenham alcançado, nem de longe, a velocidade e durabilidade oferecidas por SSDs.

Essas características os tornam o pior negócio do momento, pois não são recomendados nem para quem quer economizar, nem para quem precisa de muita velocidade. Nesses dois casos, é preferível optar por um HDD comum, de baixa velocidade, mas com muito espaço; ou por um SSD, que é mais caro, mas oferece desempenho acima da média.

Alguns modelos de HD de alta velocidade vendidos no Brasil são o Western Digital WD3200AVVS de 320 GB, que custa quase R$ 2 mil e chega a 300 MB/s de velocidade de leitura; e o Seagate Cheetah de 300 GB, que alcança 600 MB/s e é vendido por R$ 1.300.

Como recriar repartição SSD em cache original de fábrica? Comente no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.