Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O lançamento do iPhone SE nos EUA teve como novidade o preço acessível, em relação aos outros smartphones da Apple, e especificações parecidas com as dos irmãos mais velhos iPhone 6S e iPhone 6S Plus. Por US$ 399 (cerca de R$1450), o novato é pequeno no tamanho, mas tem como um de seus rivais o Galaxy S6. O top de linha da Samsung de 2015 custa R$ 3.000, quase o dobro, e ambos possuem processadores potentes, design arrojado e bateria com boa duração.

Testamos o iPhone SE, que chegou com tela de 4 polegadas e processador rápido

Se você pensa em comprar o celular da Apple, mas ainda está em dúvida se vale a pena investir no novo modelo, confira quem leva a melhor na batalha iPhone SE e Galaxy S6. É importante lembrar que a disputa é baseada na ficha técnica e especificações de cada aparelho.

Confira o comparativo entre o iPhone SE e o Galaxy S6 (Foto: Arte/TechTudo)Confira o comparativo entre o iPhone SE e o Galaxy S6 (Foto: Arte/TechTudo)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Design e dimensões

Para quem gosta de celulares menores, o iPhone SE é uma boa opção. O aparelho tem o design muito parecido com o iPhone 5S. A diferença está na sua parte traseira, que possui faixas de coloração semelhantes às do iPhone 6, e nas bordas, que ganharam um tom mais opaco. Menor e mais leve que o Galaxy S6, o novato mede 123,8 x 58,6 x 7,6 mm e pesa 113 gramas, enquanto o aparelho da Samsung tem 143.4 x 70.5 x 6.8 e 138 gramas.

iPhone SE tem o design muito parecido com a versão 5S iPhone SE tem o design muito parecido com a versão 5S (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

O Galaxy S6 apresenta um aspecto mais sofisticado graças ao alumínio e metal, que lembram bastante o visual de outros iPhones, e pode ser encontrado nas cores prata e dourada. Já celular da Apple está disponível nas mesmas cores que o iPhone 6S e 6S Plus: ouro rosa, cinza espacial, prateado e dourado.

Câmera

Embora a câmera do iPhone SE venha equipada com recursos como as panorâmicas extensas, Live Photos – que permite fotos animadas – e gravação de vídeos em 4K, ainda perde no quesito qualidade para o celular da Samsung. O Galaxy S6 possui 16 MP na câmera traseira e 5 megapixels na frontal. Além disso, conta com estabilizador óptico nas duas, HDR e um recurso que permite fotos de alta qualidade mesmo em ambientes de baixa luminosidade.

O Galaxy S6 tem design refinado e corpo leve (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) (Foto: O Galaxy S6 tem design refinado e corpo leve (Foto: Lucas Mendes/TechTudo))Galaxy S6 possui câmera traseira de 16 MP e frontal de 5 MP (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

A câmera traseira do iPhone SE possui 12 MP e a frontal apenas 1.2 megapixel – que representa uma grande desvantagem para os amantes das selfies.

Desempenho

A boa combinação entre o processador, memória RAM e armazenamento interno é essencial para que um celular rode bem. O Galaxy S6 vem com processador octa-core, ou seja, oito núcleos de processamento, com velocidades de 2.1 GHz e 1.5 GHz, e 3 GB de memória RAM que garantem que não haverá falhas no desempenho. Sua memória interna, onde os usuários podem guardar aplicativos e fotos, está disponível nas versões de 32 GB, 64 GB ou 128 GB.

Galaxy S6 (Foto: Isadora Díaz/ TechTudo) (Foto: Galaxy S6 (Foto: Isadora Díaz/ TechTudo))Galaxy S6 tem 3 GB de RAM e até 128 GB de memória interna (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)

O iPhone SE também apresenta potência no processador dual-core A9, de 1,85 GHz com o coprocessador M9. A memória RAM de 2 GB é suficiente para rodar o recém lançado sistema iOS 9.3. Já o armazenamento interno não conta com muitas opções, podendo ser de 16 GB ou 64 GB.

Outro ponto interessante do Galaxy S6 é que com apenas 10 minutos de carga na bateria, o smartphone pode ser usado por até 4 horas. Apesar disso, o iPhone SE não fica para trás e promete 13 horas de duração da bateria quando o usuário estiver navegando na Internet.

Tela

Os displays da Apple sempre chamaram atenção, mas, dessa vez, é o Galaxy S6, com 5,1 polegadas que leva a melhor. Ele apresenta 2560 x 1440 pixels, ou seja, uma resolução Quad HD, contra os 640 x 1334 pixels da tela Retina do iPhone SE.
Estas diferenças significam que mesmo o Galaxy S6 sendo maior que o iPhone SE, que possui apenas 4 polegadas, ainda consegue apresentar uma qualidade melhor, já que a imagem pode ser vista com mais detalhes quando a quantidade de pixels é maior. Outro diferencial do Galaxy S6 é o Gorilla Glass 4, que dá mais resistência ao display do celular.

Preço

iPhone SE foi lançado nos EUA por $399iPhone SE foi lançado nos EUA por $399 (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Ao que tudo indica, o iPhone SE chegará ao Brasil com preço bem mais em conta do que os smartphones lançados pela Apple anteriormente. Afinal, o aparelho chegou com a proposta de ser a versão mais acessível para os consumidores da fabricante. Assim, o modelo mais barato, de 16 GB, foi lançado nos Estados Unidos por US$ 399 (R$ 1.450), mas ainda não se sabe quando ele custará por aqui. Já o Galaxy S6, lançado em 2015 para concorrer diretamente com o iPhone 6, está sendo vendido em lojas brasileiras por aproximadamente R$ 3 mil.

Conclusão

O iPhone SE ganha no quesito preço, mas, embora possua processador potente como os das últimas versões 6S e 6S Plus, ainda deixa um pouco a desejar quando comparado com o Galaxy S6, que é um dos tops da Samsung.

Se você busca por um celular top de linha, tamanho grande e câmera que garante fotos com alta resolução, será melhor atendido se optar pelo Galaxy S6. Porém, se sua procura for por um smartphone com processador moderno e com preço bom, vale a pena esperar pela chegada do novo celular da Apple.

Qual vai ser o preço do iPhone SE no Brasil? Comente no Fórum do TechTudo.

Tabela comparativa entre iPhone SE e Galaxy S6 (Foto: Arte/TechTudo)Tabela comparativa entre iPhone SE e Galaxy S6 (Foto: Arte/TechTudo)


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.