A Amazon anunciou, na terça-feira (10), que irá lançar um rival para o YouTube, o Amazon Video Direct. Dessa forma, o novo serviço da empresa comandada por Jeff Bezos se junta ao Amazon Prime Vídeo no segmento de streaming de conteúdos audiovisuais. Assim como já acontece na plataforma de vídeos da Google, os usuários poderão enviar seus conteúdos autorais. Também será possível criar canais e ganhar dinheiro com as visualizações.
Amazon lança novo rival para o Netflix com vídeos também offline No Amazon Video Direct os criadores de conteúdo não serão pagos pelas visualizações, mas pela quantidade de horas que seus vídeos foram assistidos. Nos Estados Unidos, a Amazon pagará 15 centavos por hora e em outras regiões, seis centavos por hora. Além disso, quem usar a nova plataforma terá duas novas modalidades de monetização: alugar ou vender os vídeos.
Amazon Video Direct é a alternativa da Amazon ao YouTube (Foto: Divulgação/Amazon)
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Haverá também o modelo gratuito e com anúncios. Ou seja, o usuário colocaria o vídeo no serviço da Amazon, onde qualquer pessoa poderia assistir gratuitamente. Mas seriam veiculados alguns anúncios, de forma que o criador ganhasse algum dinheiro com as imagens. A própria Amazon fornecerá ferramentas de controle e análise de desempenho dos vídeos. O dono de um canal do site terá total controle sobre o número d...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.