Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Tempestades, alagamentos, desastres e outros fenômenos meteorológicos vão ganhar alertas e avisos públicos em serviços do Google como Google Now, Google Maps e nas buscas online do Google Search. O projeto é uma parceria da gigante de buscas com o Ministério da Integração Nacional e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Segundo o Google, em situações de crise, quem estiver usando algum desses serviços — no computador ou no celular — terá informações sobre como lidar com situações de emergências de forma rápida e efetiva. O recurso se chama "Avisos Públicos" e foi lançado nesta sexta-feira (22).

Tudo Sobre o Google

Google entra na guerra contra o Zika Vírus (Foto: Melissa Cruz/TechTudo) (Foto: Google entra na guerra contra o Zika Vírus (Foto: Melissa Cruz/TechTudo))Google (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)

O Google Avisos Públicos, como é chamado, vai mostrar dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), órgão do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, e do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), órgão coordenado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil ligado ao Ministério da Integração Nacional na tela dos três produtos.

Para o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, a parceria vai ajudar a salvar vidas e melhorar o trabalho das equipes envolvidas em resgates, atendimento e apoio a quem estiver em situação de perigo.

"Com o serviço de Alertas Públicos vamos gerar informações de emergência, apoiar os profissionais envolvidos no atendimento e orientar a população, trazendo mais agilidade ao acesso e garantindo que a sociedade obtenha dados oficiais em tempo real”, disse. 

Google Avisos Públicos tem site dedicado ao Brasil para alertas importantes (Foto: Divulgação/Google)Google Avisos Públicos tem site dedicado ao Brasil para alertas importantes (Foto: Divulgação/Google)

Os órgãos citados serão responsáveis por enviar para o Google as mensagens de emergência oficiais. O Google, por sua vez, vai fazer com que elas apareçam nos alertas. Alguns exemplos de quando esses alertas podem ocorrer são: chuvas intensas, baixa umidade, alagamentos, inundações, tempestades e declínio de temperatura e outras que os setores podem prever. 

Cards no celular Android vão informar sobre problemas perto de onde você está (Foto: Divulgação/Google)Cards no celular Android vão informar sobre problemas perto (Foto: Divulgação/Google)

“O serviço de Alertas Públicos ajudará os brasileiros a se prepararem melhor para situações sensíveis ao trazer as informações valiosas do INMET e do CENAD para ferramentas online que já fazem parte do dia a dia", explica Juliana Dib Rezende, gerente de parcerias do Google Brasil.

De acordo com o Google, os alertas exibidos vão depender da localização, da gravidade do desastre e do tipo de consulta feita na busca do Google Search, do Google Maps e do Google Now. Ou seja, o buscador vai mostrar informações para quem esteja próximo do local e tenha feito pesquisas pelo tema, a depender da situação reportada pelo governo.

Por que a Terra tem riscos quando é vista no Google Earth? Resolva problemas com mapas no Fórum do TechTudo.

Além dos alertas nas páginas dos serviços, todas as mensagens também poderão ser acessados na página de Avisos Públicos do Google (google.org/publicalerts?hl=pt-BR) — algumas legendas estão em inglês. O sistema trabalhar com alertas vermelho, laranja e amarelo, dependendo da gravidade do que pode estar acontecendo.

Além do Brasil, o serviço Google de Avisos Públicos — no ar desde 2012, nos Estados Unidos — está disponível em 11 países: Austrália, Canadá, Colômbia, Índia, Indonésia, Japão, México, Nova Zelândia, Filipinas, Taiwan e EUA). 

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.