Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Os esportes eletrônicos podem estar com grande destaque por conta de jogos como Dota 2, League of Legends e até Overwatch, mas, para a Blizzard, StarCraft 2 foi o game que começou tudo isso, considerado o “vovô dos eSports”, nas palavras do diretor da América Latina, Steve Huot. Por conta disso, a série não foi esquecida e ainda reserva surpresas para o futuro.

Leia o review de StarCraft 2 Legacy of the Void

Em coletiva de imprensa realizada na Copa Intercontinental de StarCraft 2, no México, e também em conversa com o TechTudo, os produtores da Blizzard comentaram mais sobre o jogo, seu desenvolvimento contínuo e sobre como o título é encarado frente a comunidade.

Copa Intercontinental de StarCraft 2 é realizada no México (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Copa Intercontinental de StarCraft 2 é realizada no México (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

A citação de “vovô dos eSports”, pelo próprio Huot, são acertadas em relação ao jogo, mas isso não quer dizer que ele seja velho. “A Blizzard continuamente faz um enorme investimento na categoria de eSports e StarCraft 2 representa isso muito bem. Estamos com um jogo que muitos amam e ainda recebe conteúdo. Queremos saber o que os jogadores querem sempre para que, assim, possamos continuar com as atualizações”, disse.

Quando perguntado sobre o “holofote roubado” por outros jogos, Huot desconversou e disse que “há muitas formas de se ver o sucesso”. Ele se justifica reforçando, novamente, que StarCraft 2 é um game completo e já lançado com seus três capítulos, mas que continua recebendo novidades sempre, pela demanda dos fãs. “O que importa para nós é que a comunidade é ativa e ainda há campeonatos”, disse.

Copa Intercontinental de StarCraft 2 teve brasileiro na disputa (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Copa Intercontinental de StarCraft 2 teve brasileiro na disputa (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Para Rodney Tsing, produtor sênior que trabalho na série StarCraft desde 2010, “a cena de eSports para o jogo evoluiu, assim como o próprio título”. “A qualidade de produção dos torneios de StarCraft só aumenta e eu vejo isso como algo muito positivo. Este torneio que realizamos no México é uma boa imagem disso. Continuamos aprendendo, ano após ano, e só melhoramos”, contou.

Tsing também comentou que, após os pacote de missões de Nova serem lançados por completo – até o final do ano – o futuro preparado para StarCraft 2 é concreto, mas que pouco pode ser falado. “Temos uma atualização que sai já na próxima semana e traz diversas novidades. Mas além disso eu não posso comentar muito mais sobre o que teremos depois do final do ano”, disse.

Torneio de StarCraft 2 no México tem premiação de R$ 150 mil (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Torneio de StarCraft 2 no México tem premiação de R$ 150 mil (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Confrontado sobre uma possibilidade do primeiro StarCraft em alta definição, rumor que correu pela web nos últimos meses, Tsing também desconversou. “Sei que o time está sempre trabalhando em alguma coisa. Eu não faço parte da equipe de balanceamento ou de produção de detalhes técnicos, mas sei que há sempre algo em desenvolvimento lá dentro e os fãs podem aguardar sempre coisas novas de StarCraft”, apontou.

Para os dois produtores da Blizzard, a Copa Intercontinental de StarCraft 2 no México, a primeira no país, é apenas mais um passo para reafirmar a validade e existência do jogo, que é precursor de muitos outros que vemos nascer depois. “Nós nunca esqueceremos de StarCraft e, pelo contrário, vamos continuar mantendo o jogo, comunidade, eventos, tudo bem vivo e funcionando, esperamos que os fãs gostem, assim todos saem ganhando”, finalizou Tsing.

Com que raça você prefere jogar em StarCraft 2? Comente em nosso Fórum!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.