Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Os esportes eletrônicos têm ganhado cada vez mais espaço no Brasil e em todo o mundo. Com diversas modalidades, torneios e equipes, o gênero conquistou um grande público nos últimos anos. Além das muitas competições, o mundo dos esports também é repleto de jargões que acabam deixando algumas dúvidas no público. Para compreender melhor alguns termos utilizados nos esportes eletrônicos, confira esse glossário especial:

Ace: O termo se refere a quando todos os membros de uma equipe são eliminados. No jogo Counter-Strike: Global Offensive a expressão se aplica somente quando um jogador elimina todos os seus inimigos. Já no League of Legends, não necessariamente os abates são do mesmo jogador.

AFK: "Away from keyboard", isto é, longe do teclado. Geralmente utilizado para falar que um jogador está offline no jogo.

APM: Abreviação para "ações por minuto". Geralmente utilizado para fazer referência à velocidade que um jogador toma decisões numa partida.

Ban: Banimento, nos esports pode se referir à punição de um jogador por algum comportamento ruim. Dentro do jogo geralmente se refere ao ato de banir algum personagem ou mapa, isto é, impedir que ele seja utilizado na competição.

Buff: Refere-se à mudança favorável de um item, habilidade ou personagem de um jogo, tornando-os mais fortes e eficazes. Os buffs ocorrem nas atualizações dos jogos ou por habilidades específicas de um item ou personagem dentro de uma partida.

Build: Agrupamento das customizações feitas para otimizar seu personagem no jogo, tais como: Habilidades, atributos e itens.

Bootcamp: Período em que as equipes de esports treinam fora de sua região, ou seja, do país onde competem. Os bootcamps servem para que os atletas joguem contra adversários de outros lugares e em um outro servidor, buscando sempre mais experiência e conhecimento para o time.

Calls: Chamadas da equipe dentro de um jogo, isto é, as tomadas de decisões e orientações dadas durante a partida.

Carry: Tipo de personagem que tende a dar mais dano ao decorrer do jogo e que possui grandes vantagens em team fights, carregando muitas vezes sua equipe.

CC: Abreviação de "Crowd Control", ou seja, controle de grupo. Refere-se a itens ou habilidades usadas para prejudicar, impedir ou controlar um inimigo.

Coach: Nome dado aos treinadores das equipes de esportes eletrônicos.

Counter (contra-ataque): Utilização de itens, habilidades, estratégias para neutralizar uma tática inimiga. Um counter é uma ação que leva em conta as especificidades do seu adversário. O jogador procura a melhor forma para conseguir vantagem no confronto. Se o seu oponente, por exemplo, causa muito dano, você pode "counterar" ele utilizando uma armadura.

Comp: Abreviação de "composition", é a composição dos personagens/campeões/heróis de uma equipe no jogo.

Cooldown: Tempo de recarga de uma habilidade, item, etc.

Caster: Nome dado aos membros da equipe de transmissão de algum esport. Geralmente utilizado para falar de apresentadores e narradores da competição.

DPS: Abreviação de "damage per second", isto é, dano por segundo.

Early Game: "Começo de jogo". Geralmente utilizado para falar sobre a atuação de uma equipe ou jogador nos momentos iniciais da partida.

Engage: Momento em que um ou mais jogadores iniciam uma luta na partida.

FPS: Abreviação de "frames per second", ou seja, frames por segundo. Mede o quão rápida a imagem é exibida. Quanto menor for o seu FPS, mais lento um jogo vai funcionar.

FPS (Jogo): A sigla FPS também se refere a um tipo de jogo, o First Person Shooter. O termo significa "tiro em primeira pessoa", alguns exemplos de games desse gênero são: Counter-Strike, Rainbow Six Siege, Call of Duty, entre outros.

Farmar: Ato de matar os minions para conseguir gold, isto é, dinheiro e/ou experiência (XP).

Feed: Morrer muitas vezes e, com isso, dar muitas vantagens e recursos à equipe inimiga. A palavra "feed" vem de "alimentar", ela faz uma alusão ao fato de que as mortes alimentam a equipe adversária.

GG: Abreviação de "good game", isto é, "bom jogo". Uma saudação para elogiar um jogador ou equipe ao final de uma partida.

GH: Abreviação de "good half". Ela é utilizada para dizer que um jogador teve bom desempenho na primeira metade do jogo.

Gank: Termo muito utilizado em MOBAs. Ele se refere a quando um jogador sai de sua rota e se encaminha para uma outra. A finalidade de um gank é ajudar um companheiro de equipe e/ou conseguir vantagem na lane.

Healer: Curandeiros, ou seja, tipos de personagens que atuam principalmente curando a equipe. O termo é comum em jogos como Overwatch e Paladins.

Lag: Termo que define um atraso no tempo de resposta entre a ação do jogador e o próprio jogo. Geralmente é causado por uma má conexão de internet.

Late Game: Diferentemente do "early game", o termo é utilizado para falar sobre a atuação de uma equipe ou jogador nos momentos finais da partida.

Line up: Composição dos jogadores de uma equipe.

Lane: São as rotas dos mapas de MOBA, geralmente são: Meio, Topo e Bot. Para cada lane existem formas diferentes de jogar e se utilizam determinados tipos de personagens.

MD3, MD5: Abreviação de melhor de três e melhor de cinco. Se refere à quantidade de partidas que duas equipes irão disputar para vencer uma série. Numa melhor de 5, o vencedor é aquele que vence três partidas. Já numa melhor de 3, é vitorioso aquele que ganhar o confronto duas vezes.

Metagame: São as táticas e estratégias consideradas mais eficazes em um determinado momento no jogo. O metagame pode ser alterado pela chegada de uma atualização, novos itens e personagens.

Minions: Unidades controladas por computador que auxiliam os jogadores nas rotas dos MOBAs.

MOBA: Sigla de Multiplayer Online Battle Arena. Os MOBAs são uma categoria de jogos cuja principal característica é uma arena de três rotas onde os jogadores controlam personagens específicos auxiliados pelos minions. São exemplos: League of Legends, DotA 2 e Heroes of the Storm.

Nerf: Oposto de buff. Ocorre quando, nas atualizações do jogo, algum item, personagem ou habilidade se torna mais fraco e menos eficaz, ou por meio de uma habilidade ou item dentro do próprio jogo.

OP: Abreviação de "overpowered", expressão que se refere a algo ou alguém que esteja excessivamente forte dentro do jogo. Pode se tratar de um personagem, um item, uma habilidade, etc.

Poke: Ataques, geralmente à distância, em que um jogador tenta não ser atingido de volta para conseguir pequenas vantagens e estabelecer pressão no inimigo.

Patch: É o pacote de atualizações de um jogo. A mudança de um patch pode alterar as formas de uma equipe jogar em competições de esports.

Pro player: Nomeação dada aos jogadores profissionais de esportes eletrônicos.

Pick: Significa escolha, geralmente se refere à escolha de um personagem dentro de um jogo.

Spawn: Refere-se ao momento em que um jogador surge ou "nasce" no jogo.

Split: É o nome dado a uma temporada de um campeonato. Alguns torneios possuem mais de uma temporada por ano, como o Campeonato Brasileiro de League of Legends que possui duas temporadas, ou seja, dois splits.

Série: Conjunto de partidas que definem a rodada de um torneio.

Skill: Significa habilidade. Pode ser utilizado para falar da habilidade de um pro player ou de um personagem dentro do jogo.

Skin: São modificações visuais dos personagens de um jogo, é como "trocar a roupa" do seu personagem. As skins são vendidas dentro das plataformas do game e muitas vezes são temáticas com alusão a culturas diversas, datas comemorativas e afins. Vale ressaltar que as skins não oferecem nenhuma mudança no jogo, elas são utilizadas apenas por questões estéticas.

Stream: Significa transmissão. Muito usado para falar das transmissões de competições de esports.

Tank: Trata-se de um jogador ou personagem que é capaz de receber muito dano sem perder muita vida/HP.

TF/Team Fight: Nome dado à luta em grupo, podendo incluir até mesmo todos os membros das equipes.

WP: Abreviação de "well played" que significa "bem jogado".

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.