Por Paulo Alves, para o TechTudo

18/11/2018 08h02 Atualizado 2018-11-18T10:02:41.406Z


Consumidores mais precavidos devem se organizar desde já para as compras da Black Friday 2018. O dia de descontos que ocorre no próximo 23 de novembro deve trazer uma enxurrada de ofertas de eletrônicos e outros artigos, especialmente no e-commerce. Para lidar com tanta informação, é essencial saber onde procurar, como desviar de falsas promoções e garantir que a compra vai ser finalizada com segurança. Veja oito dicas para se organizar desde já no computador e no celular em preparação para o dia de promoções que funciona como um limpa-estoque dos lojistas à espera das do Natal.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Monitore preços

Se você já sabe o que deseja comprar na Black Friday, é possível começar, desde já, a monitorar preços em sites comparadores. Consulte o histórico do produto que você deseja no Compare TechTudo e outros comparadores de preços para acompanhar a evolução até o dia 23 e saber, de fato, se o desconto prometido é real. Uma boa maneira de ficar sabendo de quedas no preço é criando alertas via e-mail: você define quanto quer pagar e é avisado se o aparelho for ofertado nesse valor.

2. Organize produtos no PC e no celular

Com os links dos produtos desejados já reunidos, uma boa dica é organizar tudo em um único lugar para evitar retrabalho. Crie uma planilha com links e preços ou use um aplicativo de lista de desejos. O Ultimate Wish List é uma das opções de app que permitem incluir links de qualquer lugar, sem restrição de lojas ou países.

3. Siga perfis nas redes sociais

Busque grandes lojas nas redes sociais e siga todas para receber promoções em primeira mão. Certifique-se de que você está seguindo as páginas oficiais, que costumam contar com selo de verificado. Dessa maneira, você não só garante acesso rápido às ofertas divulgadas nas redes, como cria um primeiro bloqueio contra criminosos que costumam criar perfis falsos no Facebook ou no Instagram para enganar vítimas na Black Friday.

4. Cadastre-se em sites de cupons

Sites e apps como o CupoNation, o Pelando e o Cuponomia podem ser bons aliados para obter ainda mais descontos dos que os já serão oferecidos na Black Friday. Ao se cadastrar em cada um deles, você pode receber avisos de ofertas quentes para aproveitar. Em alguns casos, cupons têm limite de uso, então quem estiver mais atento e usar primeiro leva. No caso do Pelando, há a vantagem adicional da comunidade ativa do site, que avalia quando uma promoção está válida ou não.

5. Categorize e-mails de ofertas

Depois de se cadastrar em várias lojas, serviços de cupons e comparadores de preços, sua caixa de e-mails ficará lotada. Para evitar a bagunça digital, crie uma pasta ou um marcador e filtre mensagens contendo termos como “Black Friday” automaticamente. O Gmail já oferece uma categorização nativa para e-mails promocionais, mas serviços como o Outlook requerem o ajuste manual.

6. Proteja-se de hackers e golpes

Baixe um antivírus com módulo de proteção contra sites falsos e mantenha-o atualizado a tempo da Black Friday. É possível também instalar plugins que avisam de uma promoção é real ou se o preço subiu, entre outros truques para não cair em ciladas. É importante também começar a bloquear números q

... ue enviam links suspeitos via WhatsApp, além de avisar amigos que ninguém deve clicar em ofertas que chegam pelo mensageiro. Via de regra, nenhuma grande loja faz ações via corrente de WhatsApp.

7. Verifique seu cartão de crédito

Por via das dúvidas, baixe o aplicativo do seu cartão de crédito e verifique, com antecedência, se você tem limite disponível. Lembre-se que essa medida é importante porque pode determinar se você vai conseguir ou não aproveitar uma oferta imperdível. Se a compra for recusada, você dificilmente terá uma segunda chance para comprar um produto limitado. Outra recomendação é usar cartão virtual para não entregar seus dados verdadeiros para sites possivelmente suspeitos.

8. Organize recibos na nuvem

Servidores de grandes lojas podem ficar congestionados durante a Black Friday, então e-mails de confirmação de compras podem demorar a chegar. Para se precaver, crie uma pasta no computador ou em serviços na nuvem para guardar recibos de pagamento na hora em que eles são disponibilizados ao final da transação. A vantagem de armazenar os documentos na nuvem é a flexibilidade: mesmo que você faça uma compra pelo celular, pode tirar um print do comprovante e colocar no Drive ou no Dropbox para acessar depois no PC.

Black Friday: como saber se promoção compensa? Veja no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.