Durante a CES 2017, a AMD apresentou os chipsets e placas-mãe desenvolvidos para hospedar os novos processadores Ryzen e os soquetes AM4, que unificam toda a nova geração de CPUs e APUs da marca sob uma plataforma. No total, já são 16 modelos de placas compatíveis com os novos processadores, divididas por cinco fabricantes diferentes. Além disso, a Advanced Micro Devices convidou fabricantes de computadores do mundo todo para criarem “máquinas dos sonhos”, baseadas nos novos processadores e placas.

Acompanhe a cobertura da CES 2017 no TechTudo

ASRock e outras marcas revelaram suas apostas top de linha para os processadores Ryzen (Foto: Divulgação/ASRock)

O grande destaque em relação ao conjunto possível com as novas placas e processadores é a chegada de tecnologias mais recentes aos produtos da AMD, como suporte a DDR4 em dual-channel, SSDs M.2, NVMe, suporte nativo a USB 3.1 e aprimoramento no controle das interfaces PCIe 3.0.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Dentre as placas apresentadas, a AMD demonstrou versões gamers que devem povoar o mercado top de linha com produtos da ASRock, Asus, Gigabyte, MSI e Biostar (que de todas essas marcas, é a que tem menor presença no Brasil).

... >Em relação às placas em si, todas são baseadas nos chipsets X300 e X370. O primeiro se destina a placas no formato mini-ITX enquanto que o outro é usado nas placas maiores. Ambos oferecem suporte a overclock e maior margem de manobra em relação a portas e interfaces.

Qual é a melhor placa de vídeo para rodar jogos no notebook? Comente no Fórum do TechTudo.

 


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.